Terminou a passagem de Patrik Berger pelo Aston Villa. Nesta terça-feira, o treinador Martin O’Neill confirmou a liberação do meia, punido por aconselhar um outro jogador da equipe a trocar de clube.

O tcheco, de 34 anos, comentou em alguns meios de comunicação que o meia Gareth Barry deveria deixar os Villains e se transferir para o Liverpool. O ‘conselho’ irritou a diretoria do clube de Birmingham.

“Estou realmente decepcionado e surpreso que Berger, com toda sua experiência, tenha feito um comentário tão impróprio. O aspecto ruim disso tudo é que pagamos um salário para ele recomendar um de nossos atletas a outro clube. Isto é ridículo”, afirmou O’Neill.

De qualquer forma, o tcheco deveria deixar o clube no final desta temporada. Berger disputou apenas oito partidas na Premier League em três temporadas.