Antes mesmo da Copa do Mundo, Kylian Mbappé havia entrado em acordo com uma instituição de caridade que apoia. O atacante ofereceria sua premiação pela participação no evento à entidade. O título conquistado pela França só aumentou a grandeza da atitude do garoto. Ele entregou €440 mil à Premiers de Cordée, uma organização francesa que oferece atividades esportivas para crianças hospitalizadas e ações de conscientização sobre deficiência. Pois ele não foi o único a merecer aplausos. Cinco meses após a celebração na Rússia, Blaise Matuidi também revelou que fez o mesmo que o companheiro.

VEJA TAMBÉM: Por não achar certo ser pago para defender a seleção, Mbappé doará premiação da Copa à caridade

Matuidi contou o seu gesto ao Journal du Dimanche. Os €440 mil que recebeu pela participação vitoriosa na Copa do Mundo irão à Tremplins Blaise Matuidi, uma associação que ele mesmo criou, promovendo a integração de adolescentes através do esporte. A entidade atende pessoas de 12 a 18 anos, em situação de risco por questões sociais. Através das práticas esportivas, a organização insere estes jovens nas comunidades locais, atuando ao lado de orfanatos e grupos de assistência social. As ações acontecem não apenas na França, mas principalmente na República Democrática do Congo e em Angola, países onde seus pais nasceram.

“Todos somos livres para tomar esta decisão ou não. Também somos livres para dizer o que quisermos. Sim, doei meu dinheiro à minha associação. Kylian tem razão quando diz que ganhamos muito dinheiro. Para nós, este prêmio não é muito e para eles é enorme o que fazemos. O mais importante é que sai do coração. Fazemos realmente porque sentimos e porque queremos compartilhar. Quando vejo o sorriso de uma criança, só de olhar já fico feliz”, declarou Matuidi. Mais um belo exemplo.