Ásia/Oceania

Regido por Éverton, e agora com Lima, Al Ahli desponta como favorito na Champions asiática

Nas próximas terça e quarta, 25 e 26 de agosto, a Liga dos Campeões da Ásia 2015 voltará com tudo para a reta decisiva, com as partidas de ida das quartas de final. Alguns times investiram pesado para levantar a taça e são favoritos, como o Guangzhou Evergrande, de Robinho, Paulinho, Felipão, Ricardo Goulart e Elkeson. Outros, caso do Neft Tehran (Irã), têm baixo orçamento comparado ao dos rivais e tentarão surpreender o segundo grande favorito ao título, o Al Ahli Dubai (Emirados Árabes Unidos), que também conta com brasileiros, como o ex-cruzeirense Everton Ribeiro. A equipe emiriana ainda foi atrás de outro jogador tupiniquim e pagou boa soma de dinheiro para trazê-lo da Europa para o futebol asiático.

LEIA MAIS: Guangzhou investe pesado e só aceitará o título da Champions League da Ásia

Endinheirado, o Al Ahli Dubai depositou 7 milhões de euros pelo atacante Lima, 32 anos, que defendia o Benfica desde 2012 e era um dos jogadores mais importantes do time, inclusive tendo sido peça fundamental no bicampeonato português em 2013/14 e 2014/15. Lima não chegou a ser artilheiro do Campeonato Português, mas fez 19 gols na última temporada, dois a menos que colombiano Jackson Martínez, que deixou o Porto rumo ao Atlético de Madrid.

O brasileiro tem incríveis 70 gols em 144 jogos (quase 0,5 gol por jogo) com a camisa dos Encarnados e assinou por duas temporadas com o time dos Emirados Árabes Unidos, prorrogáveis por mais uma. Detalhe que ele estava negociando a renovação com o Benfica, mas provavelmente percebeu que esta é sua chance derradeira de ganhar muito dinheiro na carreira e preferiu jogar num campeonato menos competitivo. E Lima já fez dois gols e deu duas assistências na abertura da liga local, na vitória de 8 a 1 sobre o Al Fujairah.

E o endinheirado time asiático ainda quer tirar outro jogador do Benfica, o meia-atacante argentino Nicolás Gaitán, 27 anos, vice-capitão da equipe e em Portugal desde 2010, com mais de 130 partidas pelo time português. Os emirianos querem desembolsar 35 milhões de euros por Gaitán, segundo o jornal Sapo Desporto, mas o argentino ainda não está tentado a aceitar o provável pomposo ordenado e mais prêmios por desempenho e regalias.

A vinda de Gaitán ainda não está confirmada, mas mesmo assim o Al Ahli Dubai já tem um trio especial no ataque. Além de Everton Ribeiro armar jogadas para Lima, o meia brasileiro também dará assistências para o emiriano Ahmed Kalil, que aos 24 anos ostenta 27 gols em 63 convocações pela seleção de seu país (desde 2008, quando tinha 17 anos).

Ele ainda tem outras 52 bolas nas redes adversárias em 133 partidas com a camisa do Al Ahli de Dubai, tendo se destacado na Copa da Ásia 2015 – são cinco gols na Liga dos Campeões da Ásia 2015, três atrás do artilheiro Ricardo Goulart. São oito atletas na seleção emiriana e que têm entrosamento de vários anos desde a base, algo que pode ser de grande valia num torneio de mata-mata como a Liga dos Campeões da Ásia. Ao contrário, o Guangzhou Evergrande terá de encontrá-lo nos jogos continentais e da liga chinesa.

Ainda é cedo para cravar a decisão da Liga dos Campeões da Ásia 2015 entre Al Ahli Dubai e Guangzhou Evergrande, mas a divisão dos confrontos permite que os dois times de elenco mais caro da competição se encontrem apenas nos dias 7 e 21 de novembro, datas da finalíssima. Será que Lima e Everton Ribeiro são suficientes?

Curtas

– Lima é natural de Monte Alegre (Pará) e começou na base do Paraná Clube, passando por vários times, dentre eles Mixto e Paysandu. Vinculado ao Astral (Paraná), um time de empresários, o atacante foi emprestado para Paraná, Santos e Avaí, indo ao Belenenses (Portugal). Uma temporada de sucesso bastou para Lima fazer carreira no futebol português, onde ficou entre 2009 e 2015.

– O elenco do Guangzhou Evergrande está avaliado em R$ 115 milhões (conversão em 20 de agosto de 2015), enquanto o do Al Ahli Dubai vale R$ 75 milhões. O mais barato é o do Naft Tehran, custeado em apenas R$ 25 milhões.

– O Al Ahli Dubai já teve como treinador o folclórico Celso Roth, demitido recentemente do Vasco da Gama.  Foi em 1994, quando ficou no time menos de um ano. O Al Ahli Dubai terminou a temporada 1994/95 no sétimo lugar dentre dez equipes, com 16 pontos, quatro acima do lanterna. Winfried Schäfer, alemão que fez história com a Jamaica na Copa Ouro 2015, também trabalhou no clube, entre 2005 e 2007, ganhando a liga de 2005/06.

– O Al Ahli Jeddah (Arábia Saudita) corre por fora na Liga dos Campeões da Ásia 2015, mas terá um grande desfalque para o jogo diante do Lekhwiya (Catar). Conhecido pelos grandes públicos e mosaicos da torcida, o Al Ahli Jeddah, que tem os brasileiros Digão (Fluminense), Carlos Eduardo (Porto e Nice) e Aílton Almeida (Atlético Mineiro), não vai poder contar com o apoio do público. A partida será com portões fechados por causa de episódio de violência dos torcedores.

– O Jeonbuk Motors (Coreia do Sul) mede forças com o Gamba Osaka (Japão) em casa, mas não terá o brasileiro Eninho. Aos 34 anos, o jogador rescindiu contrato, pois deseja encerrar a carreira no Brasil e está cansado da rotina asiática, onde está desde 2007. Ele tem propostas de outro time da Ásia, mas está aberto a defender algum time alagoano, onde nasceu – jogou por Murici, Coruripe e CRB no estado. Sem Eninho, o Jeonbuk Motors ainda tem o goleiro Luis Henrique (Vasco da Gama e na Coreia do Sul desde 2008) e o atacante Leonardo Pereira (Desportiva Capixaba).

– Outros brasileiros nas quartas de final da Liga dos Campeões da Ásia 2015…

Lekhwiya (Catar). Ivanildo Rodrigues, goleiro de 26 anos (nunca atuou no Brasil)

Naft Tehran (Irã). Carlos de Jesus, zagueiro de 30 anos (base do São Paulo e cinco anos, entre 2006/11, no Dinamo Zagreb, atual decacampeão croata).

Gamba Osaka (Japão). Lins, atacante de 27 anos, se destacou no Criciúma, mas não conseguiu corresponder no Grêmio; Patric, atacante de 26 anos, nascido no Amapá, teve bom desempenho por Vila Nova e Atlético Goianiense, quando foi para o futebol japonês.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo