Ásia/Oceania

No dia da decisão, desbrave este mapa interativo com todos os finalistas da LC da Ásia

A Liga dos Campeões da Ásia une dois universos bastante diferentes. A competição de logística delicada começou a ser disputada em 1967, mas foi descontinuada quatro anos depois, realizada ininterruptamente apenas a partir de 1985. Por causa de tantos obstáculos e distâncias, ela se divide em duas disputas distintas, das fases preliminares até as semifinais, entre os clubes do Oriente Médio e do Extremo Oriente. E o choque cultural fica guardado apenas para a final, na decisão para ver quem é o melhor clube do continente. O Guangzhou Evergrande pode se considerar o maioral na Costa do Pacífico, enquanto ninguém superou o Al Ahli entre árabes e persas. Contudo, apenas um deles ficará com a taça e com a vaga no Mundial de Clubes de 2015. Começam a medir forças neste sábado, em Dubai, antes do reencontro em Guangzhou.

VEJA TAMBÉM: Al Ahli e Guangzhou Evergrande: quem vai levar a Liga dos Campeões da Ásia?

Ao longo de sua história, a taça da Champions da Ásia se concentrou entre os dois polos. Os times mais orientais ficaram com 20 taças, enquanto os do Oriente Médio e região levaram 13. Hegemonia do leste que se dá muito por conta da Coreia do Sul, maior campeã da competição, com dez conquistas. Além disso, a lista de campeões se divide entre dez países – incluindo Israel, antes que os problemas geopolíticos fizessem a federação migrar para a Uefa. Já entre os vices, são mais quatro nações, algumas delas sem tanta expressividade entre as seleções, como Omã e Malásia.

Abaixo, o mapa com todos os finalistas da Liga dos Campeões da Ásia. Alguns escudos estão sobrepostos. Portanto, aproxime para visualizar melhor os estádios:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!