Ásia/Oceania

Estreita o funil na LC da Ásia

Começa nesta quarta-feira a fase de quartas de final da Liga dos Campeões da Ásia. A principal competição continental de clubes teve uma longa pausa desde antes da Copa do Mundo, e agora, com apenas oito participantes, caminha para a reta decisiva, juntando os países do Oriente Médio e do Extremo Oriente.

Se do “mundo árabe” há representantes de vários países (são dois sauditas, um do Catar e um do Irã), do lado oriental do continente a hegemonia é sul-coreana. Os quatro representantes do país que iniciaram a disputa na fase de grupos permanecem com chances de classificação.

Se a chance de uma semifinal 100% da Coreia do Sul foi eliminada pelo sorteio dos confrontos das quartas, já é certo que ao menos um representante do país está garantido na próxima fase, já que Seongnam Ilhwa Chunma e Suwon Samsung Bluewings se enfrentam.

O jogo de ida acontece em Seongnam, a partir das 7h30. As duas equipes estão com campanhas distintas na K-League – o Seongnam é terceiro colocado, com 38 pontos, enquanto o Suwon está bem atrás, na sétima posição, com 30 pontos – e se enfrentaram recentemente pela competição nacional, em um empate sem gols.

O estado do gramado do Tancheon Stadium preocupa o técnico do Suwon Samsung Bluewings, Yoon Sung-hyo, que está preocupado com a adaptação da sua equipe. “O gramado não ajuda nosso estilo de jogo, que é de passe. Vamos ver como o time se adapta. As condições não estão muito diferentes de duas semanas atrás”, analisou Yoon.

Já o técnico do Seongnam, Shin Tae-yon, afirmou na coletiva que não há segredos entre as duas equipes, habituadas a se enfrentar pela K-League e pelas copas nacionais na Coreia do Sul. “É um time que já conhecemos, sabemos que vamos ter muitas dificuldades pela frente”, declarou o treinador.

Também em solo sul-coreano, o Jeonbuk Hyundai Motors recebe o Al-Shabab, da Arábia Saudita, em partida marcada para as 7h. A expectativa dos sul-coreanos é de uma vitória, de preferência, pela maior margem possível de gols, para dar uma tranquilidade no jogo da volta, em Riad.

“Estamos lutando pelo título da Ásia. Treinamos muito duro para superar nosso adversário e acho que vai ser um grande jogo”, declarou o técnico do Jeonbuk, Choi Kang-hee.

Do lado do Al-Shabab, do meia brasileiro Camacho, o técnico Jorge Fossati declarou que o fato de atuar fora de casa na primeira partida não modifica nada para a sua equipe. “Futebol é guerra. Quero que meus jogadores joguem com muita vontade de ganhar”.

Fossati reconhece que, por conta do Ramadã – o mês sagrado dos muçulmanos – a condição física da maioria dos atletas ficou debilitada. Porém, segundo ele, nem isso será empecilho para uma boa atuação diante do Jeonbuk.

O outro sul-coreano na disputa é o Pohang Steelers, atual campeão asiático. O time sofreu muitas modificações em relação ao do ano passado – as perdas mais sentidas foram a do técnico Sérgio Farias e a do atacante Denilson, artilheiro do Mundial de Clubes da Fifa no ano passado.

Este ano, Waldemar Lemos assumiu a equipe no início do ano, mas não resistiu aos maus resultados na K-League – o time amargou uma série de 13 partidas sem vitória e está apenas na nona colocação, com 22 pontos, 21 a menos que o líder Jeju United.

Até mesmo na Liga dos Campeões, a caminhada foi problemática. Na fase de grupos, o time se classificou na última rodada graças a uma surpreendente derrota do Adelaide United, em casa, para o já eliminado Shandong Luneng, da China, por 1 a 0. Em segundo do seu grupo, ganhou do Kashima Antlers, dono da melhor campanha da primeira fase, por 1 a 0 nas oitavas.

Park Chang-hyun, técnico que substituiu Waldemar Lemos, disse que o foco é o bicampeonato, e que os jogadores devem esquecer o que de ruim aconteceu na temporada até agora. “Temos que mostrar a todos porque somos os campeões da Ásia. O time se encontrou agora, com mais jogadores locais, e contamos com eles, com as ajudas de Almir e Mota, que são os únicos estrangeiros que vão atuar”, disse Park.

O Pohang Steelers encara o Zob Ahan, do Irã. O primeiro jogo, marcado para as 11h, acontece em Esfahan, que fica a 1500 metros acima do nível do mar. Por isso, o Pohang Steelers resolveu fazer uma aclimatação de uma semana na cidade iraniana.

Para o Zob Ahan, que pela primeira vez disputa a competição, a oportunidade é de representar bem o país. O sentimento está expresso nas palavras do técnico Mansour Ebrahimzadeh, que ao mesmo tempo, não quer que esta expectativa seja uma pressão para a sua equipe.

“Amanhã, os olhos do país estarão voltados para nós. Isto é algo com que devemos nos importar, sim. Não estamos jogando somente por nós, mas também pelo futebol iraniano”.

O Zob Ahan foi vice-campeão da liga iraniana nas duas últimas temporadas. O sucesso do time na competição continental aumenta, também, as esperanças dos torcedores do país em um sucesso da seleção nacional na Copa da Ásia, em janeiro.

O jogo que vai chamar mais a atenção do torcedor brasileiro, no entanto, acontece no luxuoso estádio Rei Fahd, em Jeddah. O Al-Hilal, da Arábia Saudita, recebe o Al-Gharafa, do Catar, às 14h35. Pelo Al-Hilal, time que é dirigido pelo belga Eric Gerets, um dos grandes nomes é o de Thiago Neves. No Al-Gharafa, além do técnico Caio Junior, estão Juninho Pernambucano e Araújo.

Gerets, aliás, falou da importância de tentar neutralizar Juninho Pernambucano. “Ele é meu amigo, já nos enfrentamos quando eu trabalhava no futebol francês. É um jogador de nível internacional, que merece toda a atenção”, explicou Gerets, que foi técnico do Marseille entre 2007 e 2009, quando se transferiu para o futebol saudita.

Pelo lado do Al-Gharafa, Caio Júnior não teme que a falta de ritmo de competição possa atrapalhar sua equipe, já que a liga do Catar começou apenas no final de semana passado – e o jogo do Al-Gharafa foi adiado.

“O fato de ser nosso primeiro jogo oficial na temporada não vai nos afetar. Nosso time está pronto e tem como estímulo o fato de ser a primeira vez que estamos entre os oito da Ásia”, disse Caio Júnior.

Os jogos de volta acontecem na próxima quarta-feira, dia 22: Pohang Steelers x Zob Ahan e Suwon Samsung Bluewings x Seongnam Ilhwa Chunma (ambos às 7h30); Al-Gharafa x Al-Hilal (12h30) e Al-Shabab x Jeonbuk Hyundai Motors (às 14h15).

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo