As ruas de Nápoles, vazias durante a rígida quarentena da Itália, receberam torcedores em massa, nesta quarta-feira, para comemorar a vitória do Napoli, nos pênaltis, contra a Juventus, na final da Copa Itália. Foi o primeiro título importante do clube do sul do país desde a conquista da mesma competição em 2013/14.

A Campânia, onde fica Nápoles, foi uma das regiões menos afetadas da Itália pela pandemia de coronavírus, com um total de 431 mortes confirmadas em 4.614 casos positivos em 258.207 testes. Nas últimas 24 horas, houve um novo caso e uma nova morte registrados, segundo o jornal La Repubblica. Na Itália, foram 329 novos casos positivos, a maioria na Lombardia, epicentro da pandemia no país, com 43 vítimas, maior número dos últimos dois dias.

Aglomerando-se, com fogos de artifício, buzinas e bombas de fumaça, o povo de Nápoles comemorou a vingança contra Sarri, que irritou muitos torcedores ao acertar com a Juventus, e o primeiro troféu da carreira de Gennaro Gattuso como técnico.

.

.

.

.

.

.

.