As oitavas de final da Copa Sul-Americana tomam forma. E, nesta terça, ganharam os reforços de dois clubes tradicionais. Dois campeões recentes da Copa Libertadores da América. San Lorenzo e Atlético Nacional precisavam fazer resultado e conseguiram, cada qual a sua maneira. Depois de ter perdido a ida, o Ciclón goleou o Banfield por 4 a 1, em jogo que, mesmo assim, não deixou de ser dramático. Já os Verdolagas também sofreram um bocado para derrotar o Bolívar por 1 a 0. Em comum, os golaços de diferentes gostos para confirmar a classificação.

O Banfield parecia confortável pela vitória por 2 a 0 no primeiro encontro com o San Lorenzo. No Nuevo Gasómetro, entretanto, a parada foi bem mais difícil. Em apenas 11 minutos, os cuervos já tinham um placar suficiente para a classificação, com três gols, dois de Blandi e outro de Caruzzo. Soto retomou a vaga para o Banfield aos 25. Mas a goleada ganhou forma de maneira magistral aos 37, em belíssima bicicleta de Cauteruccio, depois do lançamento cirúrgico de Ortigoza. De qualquer maneira, o Ciclón ainda dependeria das luvas milagrosas de Torrico, o herói da Libertadores de 2014. O goleiro pegou um pênalti de ‘El Tanque’ Santiago Silva (que, por sua vez, não se dá tão bem em situações do tipo, como os torcedores do Vélez bem lembram) aos 43 do segundo tempo.

Mais ao norte, no Atanásio Girardot, o Atlético Nacional vinha de um empate por 1 a 1 contra o Bolívar em La Paz. Na altitude mais branda de Medellín, os verdolagas nem atuaram de maneira tão intensa. Mas, quando quiseram, botaram os bolivianos na roda. Foi o que aconteceu no gol decisivo, marcado aos 16 minutos do segundo tempo. A trama envolvente foi orquestrada por Guerra e teve até toque de calcanhar de Macnelly Torres. Coube a Borja, outro eternizado na Libertadores, mandar para as redes. No final, os celestes ameaçaram e até reclamaram para a arbitragem, mas acabaram de fora.

Nas oitavas de final, o San Lorenzo aguarda Deportivo La Guaira ou Emelec. Depois, pode cruzar o caminho do Flamengo nas quartas. O Atlético Nacional, do outro lado da chave, espera por Sol de América ou Sport Huancayo. O brasileiro mais próximo é o Coritiba, também possível rival nas quartas. Outros classificados entre os 16 melhores do torneio são Santa Cruz, Chapecoense e o atual campeão Independiente Santa Fe.