A missão do Borussia Dortmund era quase impossível. Tinha 90 minutos para fazer três gols, sem levar nenhum, para chegar à prorrogação. Às vezes, acontece, mas tudo tem que dar certo. No Signal Iduna Park, os donos da casa criaram uma série de chances no primeiro tempo, mas esbarraram em grande atuação de Hugo Lloris. Depois do intervalo, Harry Kane aproveitou uma rara chance do Tottenham e fez o único gol da peleja. O 1 a 0 soma-se ao 3 a 0 do jogo de ida e coloca os Spurs nas quartas de final da Champions League.

LEIA MAIS: Lloris pega pênalti de Aubameyang nos acréscimos e salva Tottenham de derrota para o Arsenal

Lloris não faz a melhor das suas temporadas. Falhou na final da Copa do Mundo, embora não tenha prejudicado o título da França, e se reapresentou denunciado por dirigir bêbado. Não foi bem na derrota por 2 a 0 para o Chelsea, no fim de fevereiro. Recuperou-se pegando pênalti no dérbi contra o Arsenal e, nesta terça-feira, fez uma partidaça – enquanto ainda houve partida.

O Dortmund sabia que precisava de um bom início. Pressionou o adversário, teve intensidade e posse de bola, mas demorou metade do período para começar a criar chances. Quando começou, foi uma atrás da outra. O estopim foi uma cabeçada de Weigl, na entrada da pequena área, desviando sutilmente o cruzamento. Lloris espalmou, e a defesa ainda barrou o rebote.

Na cobrança de escanteio, Reus soltou a perna da entrada da área e não marcou um golaço apenas porque a bola desviou na defesa. Na nova cobrança, Götze mandou no ângulo, e o francês precisou se esticar para espalmar. Sancho recebeu dentro da área, buscou o espaço e chutou forte. Lloris espalmou à frente como conseguiu. A última defesa do tempo foi a mais fácil, encaixando finalização fraca de Alcácer da entrada da área.

O Dortmund foi aos vestiários lamentando não ter marcado pelo menos um gol no primeiro tempo. Lamentou ainda mais quando Akanji saiu destrambelhado para dar o bote e abriu um buraco na linha defensiva. O passe de Sissoko entrou Harry Kane na entrada da área, e a precisa finalização do artilheiro do Tottenham encontrou a rede superior de Bürki.

Com o gol de Kane, o Borussia Dortmund precisava fazer cinco gols para se classificar, em aproximadamente 40 minutos, o que passou nem perto de acontecer. Os donos da casa continuaram com a bola, buscando pelo menos não perder em casa, mas a partida, efetivamente, havia terminado. Graças ao segundo tempo de Wembley, o Tottenham passou de fase.