Algumas seleções têm aproveitado bastante a Data Fifa para realizar rotações em suas equipes. Japão e Uruguai são dois exemplos, observando jovens e dando espaço a novatos. E a consequência direta disso se nota nos placares bem mais abertos do que o costume, mesmo em amistosos. Nesta terça, as redes balançaram bastante em Saitama. Os nipônicos venceram os charruas por 4 a 3, apresentando as boas condições de suas apostas. Enquanto isso, a Celeste não se saiu tão bem na turnê pela Ásia, depois de ter sucumbido diante da Coreia do Sul.

Embora tenha cedido o empate em dois momentos distintos, o Japão não ficou atrás no placar em nenhum instante. Takumi Minamino foi o nome da partida, anotando dois gols para os Samurais Azuis, enquanto Yuya Osako e Ritsu Doan também deixaram os seus. O treinador Hajime Moriyasu testou bastante e manteve poucos dos atletas mais tarimbados, que participaram da Copa do Mundo. Algo que Óscar Tabárez também fez, embora suas alternativas para a defesa sejam mais limitadas. Os tentos dos sul-americanos foram anotados por Edinson Cavani (este, num erro bisonho do goleiro), Jonathan Rodríguez e Gastón Pereiro. Nomes como De Arrascaeta, Torreira, Bentancur, Pereiro e Saracchi figuraram no 11 inicial, formando um meio-campo bastante jovem.

Os japoneses se preparam aos compromissos na Copa da Ásia, que acontece a partir de janeiro. Farão mais dois amistosos antes do início da competição continental, contra Venezuela e Quirguistão. Já os uruguaios tentam encontrar alternativas para o seu elenco em um momento de respiro, sem Eliminatórias ou Copa América tão próximas. Óscar Tabárez terá dois bons testes pela frente em novembro, com os duelos contra Brasil e França. A maior preocupação é com a falta de consistência defensiva, diante dos sucessivos erros que permitiram aos nipônicos anotar quatro tentos nesta terça-feira.


Os comentários estão desativados.