Entre as oitavas de final da Copa do Mundo de 2006, e o gol de Miroslav Klose na semifinal do Mineirão, oito anos depois, o maior artilheiro da história dos Mundiais chamava-se Ronaldo Nazário de Lima. O Fenômeno fechou a sua contagem em 15 gols, na vitória por 3 a 0 contra Gana, a última vez que meteu uma bola na rede no principal palco do futebol de seleções. Mas qual foi a primeira? E quando? 

Faz exatamente 20 anos. Ronaldo havia ido para a Copa de 1994, mas sequer entrou em campo. O Mundial que o projetou foi o da França. Não chegou a marcar na vitória por 2 a 1 sobre a Escócia, na estreia, mas não demorou muito para corrigir essa falha contra Marrocos. Aos 9 minutos, recebeu o lindo passe de Rivaldo, entrou na área e bateu para marcar o primeiro de quatro gols naquela Copa. Fez oito em 2002 e três em 2006. Rivaldo fez 2 a 0 para o Brasil, e o Fenômeno, ainda Ronaldinho, deu o passe para Bebeto marcar o terceiro. 

1998: Brasil 3 x 0 Marrocos

Segunda rodada da fase de grupos
Stade de la Beaujoire, em Nantes (França)

Gols: Ronaldo, Rivaldo e Bebeto (BRA)

2006: Argentina 6 x 0 Sérvia

Segunda rodada da fase de grupos
Estádio de Gelsenkirchen, em Gelsenkirchen (Alemanha)

Gols: Maxi Rodríguez, duas vezes, Cambiasso, Hernán Crespo, Carlos Tevez e Lionel Messi (ARG)

2010: Espanha 0 x 1 Suíça

Primeira rodada da fase de grupos
Estádio Moses Mabhida, em Durban (África do Sul)

Gol: Gelson Fernandes (SUI)


Os comentários estão desativados.