Foi em um 10 de fevereiro de 1986, exatamente 30 anos atrás, portanto, que Silvio Berlusconi concluiu a compra do Milan e deu início a um período de ouro para o clube italiano. Embora neste momento a situação seja parecida com a daquela época, impossível ignorar os 28 títulos (incluindo oito scudettos e cinco Champions League) que colocaram os rossoneros no topo do futebol mundial.

LEIA MAIS: Baggio: “Sonhava em ser jogador para divertir as pessoas. E o camisa 10 é quem diverte mais gente”

Para chegar a esse patamar, o empresário, político e condenado por prostituição infantil gastou € 715 milhões nessas três décadas (equivalente a R$ 3,1 bilhões na cotação atual) em contratações e fez alguns excelentes negócios. Separamos os cinco melhores. Cometeu, naturalmente, alguns erros. Logo, também selecionamos os cinco piores.

Valores retirados do site especializado Transfermarkt e em euros. A cotação varia de acordo com a época.