Arthur Cabral não precisou de muito tempo para cair nas graças do Basel. Uma temporada bastou para o centroavante se firmar no futebol europeu e se tornar figura importante no clube suíço. O jovem de 22 anos não atua em uma liga de primeira grandeza, mas integra uma equipe tradicional, que costuma fazer campanhas relevantes nas competições continentais. Assim, deverá buscar seu espaço rumo a passos maiores na Europa. Nesta semana, veio a certeza de que Arthur permanecerá no St. Jakob Park, acionando a cláusula de permanência após superar a meta de 12 gols em seu empréstimo.

A progressão rápida de Arthur já tinha sido uma marca de sua passagem pelo time principal do Ceará, logo se tornando um dos jogadores mais queridos pela torcida. O centroavante ganhou minutos com mais frequência a partir da Série B de 2017, quando o Vozão conquistou o acesso. Os gols seguiram saindo em bom número, com o protagonismo do garoto no time que se firmava na elite do Brasileirão e também na conquista do Campeonato Cearense em 2018. Unindo presença de área e potência, o artilheiro atraía atenções.

O Palmeiras levou Arthur em 2019, mas o atacante teve pouco espaço com os alviverdes. Jogou apenas algumas partidas no primeiro semestre, atrapalhado pela quantidade de medalhões no setor e também por alguns problemas físicos. No início da temporada europeia, o Basel demonstrou interesse e levou o centroavante por empréstimo, com opção de compra. Mesmo desembarcando com o Campeonato Suíço em andamento, o novato se firmou entre os titulares e apresenta bons números.

Nesta quarta, Arthur anotou um belo tento, que não evitou a derrota para o Lugano na liga. Chegou a 14 gols e seis assistências em 29 aparições na temporada. Seus melhores registros são pelo Campeonato Suíço, com dez gols. O Basel de novo encontra dificuldades para competir com o Young Boys e aparece a cinco pontos de distância dos líderes. A terceira colocação, ainda assim, oferece uma vaga na próxima Liga Europa. E os suíços seguem vivos na atual edição do torneio continental, com ótimas perspectivas à reta final. Em jogo realizado com portões fechados em março, o Basel derrotou o Eintracht Frankfurt por 3 a 0 na ida das oitavas de final.

Arthur Cabral renderá um bom dinheiro aos cofres do Palmeiras e do Ceará. Cada clube tinha 50% dos direitos relativos ao atacante e ambos dividirão os €4,4 milhões pagos pelo Basel. Ainda há a possibilidade de que ambos ganhem 30% do lucro em uma futura venda do paraibano. Há um ano e meio, os alviverdes tinham desembolsado R$5,5 milhões para tirar a revelação do Vozão. Considerando a atual cotação do euro, os palmeirenses mais que dobraram os ganhos com o investimento inicial.

Por seu estilo de jogo, Arthur Cabral pode se tornar uma peça interessante no futebol europeu. É um centroavante rompedor que não se vê mais com tanta frequência no mercado – entre sua potência física, a capacidade na finalização e a maneira como encara a marcação. E levando em conta sua idade, ainda pode evoluir. As arrancadas e os chutes fulminantes, tão presentes em seus melhores momentos no Ceará, são complementados por um senso de posicionamento e por uma frieza na definição cada vez mais aprimoradas. O paraibano se mostra comprometido a fazer seu nome no Basel e pode aproveitar a vitrine, num clube que já apresentou outros talentos nos últimos anos – como Xherdan Shaqiri ou Mohamed Salah.