O técnico do Arsenal, Arsène Wenger mostrou desapontamento com a contusão grave do meia Aaron Ramsey, que foi atingido gravemente por Ryan Shawcross, do Stoke, na partida vencida pelos Gunners por 3×1, neste sábado.

“Não estou feliz com a entrada. Sabemos o que esperar dos outros times, mas esta é a terceira vez em cinco anos que perdemos um jogador por causa de entradas violentas. Sabemos que os adversários gostam de jogar duro contra o Arsenal, e este é o resultado. Não consigo aceitar o que aconteceu com Aaron (Ramsey). O time está chocado com o que aconteceu, mas temos que ir em frente porque somos mentalmente fortes e unidos. Faremos isso por Ramsey, ele merece. Matematicamente, foi um ótimo dia para nós, mas eu realmente não saí daqui feliz hoje”, foi a declaração do treinador.

Ramsey foi levado do estádio a um hospital em Stoke-on-Trent, e tinha uma máscara de oxigênio no rosto quando foi levado.