Arsenal vence United em Old Trafford na Premier League pela primeira vez desde 2006

Em jogo que os mandantes mais se defenderam que tentaram jogar, Aubameyang marcou de pênalti e deu a vitória ao time de Londres

A ótima vitória do Manchester United diante do RB Leipzig no meio da semana, pela Champions League, deu esperanças ao torcedor de ver um bom jogo diante do Arsenal. Se a atuação contra o clube alemão já merecia questionamentos pelo seu desenrolar, o que se viu neste domingo foi uma equipe com pouca capacidade de competir. A vitória do Arsenal por 1 a 0 na casa do adversário, pela Premier League, foi merecida, já que os Gunners buscaram o resultado o tempo todo, contra um adversário que pouco tentou fazer no jogo.

LEIA TAMBÉM: Apesar do lockdown no Reino Unido, Premier League e EFL continuarão sendo disputadas

Foi a primeira vitória do Arsenal sobre o Manchester United em Old Trafford pela Premier League desde 2006. Um longo jejum começou depois da vitória na quinta rodada da temporada 2006/07, no dia 17 de setembro de 2006. Eram 13 jogos desde então, com eram cinco empates e oito vitórias do United. Se contarmos todas as competições, o Arsenal venceu em Old Trafford em 2015, pela Copa da Inglaterra, no dia 9 de março, por 2 a 1.

Desde os primeiros minutos, o que se via em Old Trafford era o Arsenal melhor em campo, atacando mais e buscando mais o gol. O problema do time era o que tem sido uma dor de cabeça para o técnico Mikel Arteta: a falta de objetividade. O time troca muitos passes, mas faz pouco em campo além disso. Tinha dificuldades de finalizar a gol.

O Manchester United tinha uma postura defensiva e fazia muito pouco. Paul Pogba, titular atuando aberto pela esquerda no meio-campo ofensivo, conseguia fazer muito pouco. Ofensivamente, o time tinha dificuldade de jogar. No 100º jogo de Ole Gunnar Solskjaer pelo Manchester United, ele tem pouca coisa a comemorar. Seu time não foi capaz de criar boas oportunidades, nem pareceu ter uma estratégia para atacar bem.

No primeiro tempo, quem teve as melhores chances foi o Arsenal, que chegou a acertar a trave depois de boa tabela com Aubameyang. Quem também teve a chance foi Bukayo Saka, que cabeceou livre, mas errou o alvo depois de um cruzamento de Hector Bellerín. O Manchester United sofria tanto para chegar ao ataque que teve uma estatística ridícula: só um chute a gol no primeiro tempo, a sua pior marca em casa desde outubro de 2015. Também só deu três toques na bola dentro da área do Arsenal, pior desde dezembro de 2017.

O gol veio em uma jogada estúpida de Pogba. O meio-campista derrubou Bellerín dentro da área, em uma jogada que ele ia para a linha de fundo, na diagonal, sem ter sequer ângulo para o cruzamento. Derrubado, o árbitro Mike Dean marcou. Aubameyang foi para a cobrança e colocou na rede, sem nem dar chance a David De Gea.

O Manchester United tentou fazer mais depois de sofrer o gol. O time, porém, sofria demais para trabalhar jogadas. Mesmo assim, quase empatou, em uma finalização de Donny van de Beek, que desviou em Elneny, depois em Leno, e bateu na trave. Foi o melhor lance do United no jogo e só aconteceu por um golpe de sorte.

O Arsenal chegou a 12 pontos na tabela, junto a outros quatro clubes, atrás de outros três com 13. O líder é o Liverpool, com 16. O Arsenal tem a melhor defesa da liga, com sete gols sofridos até aqui em sete jogos. Uma marca importante para o time, que sabe que precisa de um equilíbrio que sofreu na temporada passada.

Ao United, o que se viu em campo é desanimador. O seu técnico precisa ter uma estratégia diferente e jogar mais bola. O que jogou no jogo contra o Arsenal é vergonhoso.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore