Em condições normais, enfrentar o Manchester City já é difícil. Em má fase e sem um treinador efetivo, o Arsenal tinha pela frente uma difícil missão, mesmo diante do rendimento instável do time treinado por Pep Guardiola, e ela se tornou impossível quando os Gunners permitiram que Kevin de Bruyne jogasse livre, leve e solto. O meia belga liderou a vitória dos visitantes no Emirates, por 3 a 0, com dois gols e uma assistência.

Foi muito ruim o trabalho defensivo do Arsenal, especialmente no primeiro tempo, quando os gols foram marcados. Com frequência, De Bruyne tinha espaço para carregar a bola e tempo para pensar. Não chegou a ser uma atuação tão dominante do Manchester City, mas essa fragilidade na retaguarda contra a qualidade do atual bicampeão inglês custa muito caro.

Gabriel Martinelli, titular pela segunda vez seguida na Premier League, teve uma boa chance no primeiro minuto de jogo, mas parou em Ederson. No minuto seguinte, o City saiu jogando sendo muito pouco pressionado. Fernandinho carregou pela meia-esquerda e lançou para Jesus, que inverteu para o outro lado da área. De Bruyne chegou pegando com tudo e colocou a bola no ângulo de Bernd Leno.

Aos 15 minutos, foi ao contrário. O Arsenal pressionou no campo de ataque, mas, depois de superar essa movimentação com passes curtos, a recomposição defensiva foi péssima. De Bruyne tabelou com Gabriel Jesus, entrou na área e cruzou para Sterling empurrar: 2 a 0. Antes do intervalo, De Bruyne girou fácil para cima de Guendouzi e acertou um chute rasteiro de perna esquerda no canto de Leno. O craque belga ainda carimbou a trave antes de os dois times irem aos vestiários para descansar.

O segundo tempo foi mera formalidade. O Arsenal até teve mais ações ofensivas, mas nunca chegou a realmente pressionar o City, que quase fez o quarto quando Jesus bateu a carteira de Chambers e avançou livre até parar em Leno quando tentou um toque por cima.

O Arsenal tem apenas uma vitórias nas suas últimas 12 partidas, mas talvez tenha aprendido que, na próxima vez, é melhor marcar De Bruyne mais de perto.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.