Muito empenhado em mostrar que há vida sem Alexis Sánchez, prestes a se transferir para o Manchester United, o Arsenal demoliu a boa fase do Crystal Palace como se fosse um rolo compressor. Aos 22 minutos do primeiro tempo, já estava goleando por 4 a 0. Apenas no final da etapa final, Milivojevic descontou para a equipe treinada por Roy Hodgson, mas já era tarde demais.

LEIA MAIS: Adebayor odeia o Arsenal por causa de Wenger: “A maioria dos técnicos é falso”

Embora Arsène Wenger tenha dito que levaria o chileno para enfrentar o Palace, caso a transferência não fosse concretizada antes do jogo, Sánchez não foi relacionado para a 12ª vitória do Arsenal na Premier League, a primeira após dois empates e uma derrota. O ataque teve Özil, Wilshere e Iwobi atrás de Lacazette.

Logo aos 5 minutos, Monreal completou escanteio na segunda trave. O lateral espanhol apareceu na ponta esquerda, caminhou pela linha de fundo com muita tranquilidade, e tocou para trás. Iwobi fez 2 a 0. O terceiro saiu em escanteio, com Monreal mais uma vez na segunda trave, escorando para Koscielny completar. O quarto gol foi muito bonito, após rápida troca de passes e um toque de calcanhar de Özil, que deixou Lacazette na cara do gol.

Nas últimas 13 rodadas da Premier League, o Crystal Palace agora tem apenas duas derrotas: ambas para o Arsenal. O jogo do turno foi em 28 de dezembro. Vitória dos homens de Wenger por 3 a 2.

.

.

.


Os comentários estão desativados.