Arsenal contou com dois gols contra e Pépé para golear o Molde, de virada, por 4 a 1

O Arsenal estava perdendo do Molde, mas contou com dois gols contra e jogadas decisivas de Nicolas Pépé para virar o jogo, golear o campeão norueguês por 4 a 1 e chegar ao fim do primeiro turno da fase de grupos da Liga Europa com 100% de aproveitamento.

Não foi um jogo tão fácil quanto o placar indica, especialmente no primeiro tempo. Martin Ellingsen abriu o placar para o Molde, aos 22 minutos, com um bonito chute colocado de fora da área, e Ohi Omoijuanfo exigiu defesa de Bernd Leno.

No contra-ataque, porém, o Arsenal empatou. O Molde bateu escanteio, William lançou Xhaka, que avançou pelo meio e abriu à direita para o cruzamento de Nketiah que buscava Joseph Willock na pequena área. Kristoffer Haugen tentou o corte e marcou contra.

No segundo tempo, Kolasinac perdeu um gol sem goleiro, mas outro gol contra concedeu a virada ao Arsenal. Willock tabelou com Xhaka, recebeu na linha de fundo e cruzou. Sheriff Sinyan precisou arriscar porque, se a bola passasse, Nketiah provavelmente marcaria de qualquer maneira. Mas o jogador do Molde acabou mandando contra o próprio patrimônio.

Pépé fechou a conta. Apareceu na entrada da área para completar o passe de Bukayo Saka com classe e depois deu um belo passe para Willock anotar o quarto gol da vitória do Arsenal, que lidera o grupo com nove pontos, três a mais o Molde. Rapid Vienna tem três, e o Dundalk, nenhum.

.

.