O atacante Thierry Henry foi confirmado no Arsenal, em um empréstimo de dois meses junto ao New York Red Bulls. O jogador volta ao clube que defendeu entre 1999 e 2007, quando se tornou o maior artilheiro da história dos Gunners, com 226 gols.

Aos 34 anos, o jogador ganhou recentemente uma estátua sua em frente ao estádio Emirates. O atacante poderá reestrear pelo clube contra o Leeds, na segunda-feira, pela FA Cup, a Copa da Inglaterra. O atacante vestirá a camisa 12, mesmo número que usou durante a sua carreira na seleção francesa. No Arsenal, o jogador se consagrou usando o número 14, usado atualmente por Theo Walcott. 

Desde o fim da temporada nos Estados Unidos, Henry treinava com o Arsenal, o que aumentou a especulação da sua contratação por empréstimo. Como o Arsenal perderá dois jogadores de ataque para a Copa Africana de Nações entre janeiro de fevereiro – Gervinho para a Costa do Marfim e Maourane Chamakh para Marrocos -, Henry chega para dar mais opções ao setor, que tem em Robin Van persie o principal destaque.