A Argentina venceu o Peru por 2 a 0 na noite deste domingo e disparou na liderança da zona sul-americana das eliminatórias para a Copa do Mundo. A equipe, que tinha apenas um ponto de vantagem para o Brasil antes da 17ª rodada, agora soma 34, três a mais que os brasileiros – que empataram com a Bolívia –, e agora só pode ser superada no caso de uma derrota para o Uruguai em Montevidéu seguida por vitória da Seleção sobre a Venezuela.

Os dois gols argentinos só saíram na metade final do segundo tempo, depois de muita resistência peruana. O ataque platino só venceu a defesa visitante aos 31 minutos. Lionel Messi foi derrubado na área pelo goleiro Leao Butrón, expulso pelo o árbitro Carlos Torres depois de marcado o pênalti. Juan Román Riquelme cobrou e abriu o marcador.

Nos acréscimos, o zagueiro peruano Guadalupe jogou contra o próprio patrimônio e definiu a vitória por 2 a 0 para a Argentina.

Na quarta-feira, a equipe de José Pekerman vai a Montevidéu para enfrentar o Uruguai, que precisa da vitória para classificar-se para a Copa do Mundo. Já o Peru recebe, em Lima, a também já eliminada Bolívia.