A Argélia é mais uma classificada às quartas de final da Copa Africana de Nações. Neste domingo, as Raposas do Deserto venceram Guiné por 3 a 0 no Cairo e avançam como um dos principais times candidatos à conquista da taça no Egito. Os argelinos não deram qualquer chance ao adversário, dominaram desde o começo e controlaram o jogo do início ao fim.

Tabela esperta

Contra uma defesa fechada, é preciso trabalhar a bola em velocidade e foi como a Argélia conseguiu abrir o placar, aos 24 minutos do primeiro tempo. Youcef Belaili tocou para Baghdad Bounedjah, recebeu de volta, em uma tabelinha esperta, e tocou bem no canto, rente à trave. Belo gol argelino, quase sem ângulo.

Um gol típico de Mahrez

A Argélia tinha perdido uma boa chance no último lance do primeiro tempo. Mahrez recebeu com muita liberdade pela direita, avançou e pareceu procurar o centroavante Baghdad Bounedjah, mas errou muito o cruzamento de pé direito e desperdiçou.

Só que no início do segundo tempo, Mahrez teve uma nova chance, do jeito que ele gosta. Logo aos 12 minutos, cruzamento de Ismaël Bennacer da esquerda para Mahrez, que já dominou tirando da marcação e tocou, com categoria, no contrapé do goleiro. Um gol bem ao estilo do jogador do Manchester City, que é o capitão argelino.

A estrela de Ounas

O jogo estava praticamente definido, mas Adam Ounas, que tinha acabado de entrar, acabou marcando mais um gol para a Argélia. Youcef Atal recebeu um passe em profundidade pelo lado direito, cruzou rapidamente, de primeira, para a área, de forma rasteira. A bola passou por todo mundo e Ounas chegou pelo meio para se antecipar à marcação e marcar: 3 a 0.

Próximo adversário

Argélia irá enfrentar Madagascar nas quartas de final. Os malgaxes surpreenderam a República Democrática do Congo. Na quinta-feira, 11, Argélia e Madagascar, então, se enfrentam por um lugar na semifinal.

Ficha técnica

Argélia 3×0 Guiné

Local: 30 June Stadium, no Cairo
Árbitro: Bernard Camille (Seychelles)
Gols: Youcef Belaili aos 24’/1T, Riyad Mahrez aos 12’/2T, Adam Ounas aos 37’/2T (Argélia)
Cartões amarelos: Adlène Guédioura (Argélia), Mohamed Mady Camara, José Kanté (Guiné)

Argélia: Raïs M’Bolhi; Youcef Atal, Aïssa Mandi, Djamel Benlamri e Ramy Bensebaini; Adlène Guédioura (Hicham Boudaoui); Riyad Mahrez, Sofiane Feghouli, Ismaël Bennacer e Youcef Belaili (Adam Ounas); Baghdad Bounedjah (Andy Delort). Técnico: Djamel Belmadi

Guiné: Ibrahim Koné; Mikael Dyrestam, Ernest Seka, Simon Falette e Issiaga Sylla; Ibrahima Cisse (Lass Bangoura) e Amadou Diawara; Ibrahima Traoré, Mohamed Mady Camara e Mohamed Yattara (François Kamano); José Kanté (Bengali-Fodé Koita). Técnico: Paul Put