A Espanha ainda nem se garantiu na Copa, mas Luís Aragonés planeja um ótimo desempenho na Alemanha. O treinador condicionou sua continuidade no cargo à uma boa performance. Em entrevista ao jornal Marca, ele declarou o seguinte: “Se não fizermos um bom Mundial, isto quer dizer, chegar às semifinais, vou embora”.

Aragonés considera complicado um triunfo da Bósnia sobre Sérvia-Montenegro, resultado que facilitaria a tarefa para os espanhóis alcançarem o primeiro lugar da chave. “Será tremendamente difícil que a Sérvia deixe de ganhar em casa e penso que iremos para a repescagem”, ponderou.

Em segundo lugar no grupo 7, com 17 pontos, a Espanha não depende apenas de si para se classificar. Além de vencer San Marino amanhã, a Fúria depende de um tropeço de Sérvia-Montenegro, líder do grupo com 19 pontos, contra a Bósnia para garantir a vaga diretamente. Do contrário, dependerá da repescagem.


Os comentários estão desativados.