Um garoto de 14 anos passou 42 minutos debaixo d’água, após pular de uma ponta com cinco amigos em um canal de Milão. A imprensa local o identifica apenas como Michael, e o resgate exigiu uma corrente humana, entre transeuntes e bombeiros, para retirá-lo da água. O desfibrilador ressuscitou o seu coração, que chegou a parar, e ele passou um mês em coma no hospital San Raffaele. Mas agora está acordado e querendo saber o que está acontecendo com a sua Juventus.

LEIA MAIS: A conquista da Copa da Itália garantiu um feito raro à Juve: sua terceira dobradinha nacional

De acordo o The Milan Chronicle, uma das primeiras perguntas de Michel foi se a Juventus continua na Champions League. Deve ter gostado de saber a resposta. Em seguida, pediu um mojito. “Ele recuperou o espírito de criança que seus pais e amigos conheciam. Ele é um ótimo jovem, com uma inteligência incomum. Converso com ele todos os dias e fazemos piadas”, disse o médico Alberto Zangrillo, que cuida do garoto e também é o médico pessoal de Silvio Berlusconi.

A equipe médica credita à temperatura da água o fato de Michael ter conseguido ressuscitar, ainda mais sem perda de funções cerebrais, apesar de tanto tempo debaixo d’água. Perdeu a perna direita, que teve que ser amputada abaixo do joelho, mas segue vivo. E com uma final de campeonato para assistir no próximo sábado.