O Celtic teve sua eliminação mais precoce na Champions League em 15 anos e apenas pela segunda vez neste século ficará três temporadas seguidas sem disputar a fase de grupos. A derrota pesada para o Ferencváros, por 2 a 1, na última quarta-feira, gerou declarações fortes do técnico Neil Lennon, que questionou a mentalidade dos seus jogadores e mandou um aviso: a quem não quiser estar no campeão escocês, ali está a porta.

Lennon começou a sequência de títulos escoceses do Celtic, em 2011, agora em nove consecutivos, e retornou após a saída de Brendan Rodgers para o Leicester, em fevereiro na temporada passada. Era o treinador na eliminação anterior, na terceira fase preliminar, para o Cluj, quando vencia, em casa, por 3 a 2 até os 35 minutos do segundo tempo, depois de 1 a 1 no jogo de ida, e ainda levou a virada dos romenos.

Contra o Ferencváros, em jogo único, empatava por 1 a 1 e dominava a partida, quando, aos 30 da etapa final, Hatem Elhamed permitiu que Tokmac Nguen arrancasse em contra-ataque desde a intermediária antes de tocar na saída do goleiro para classificar os húngaros.

“Parece que cometemos os mesmos erros do ano passado. Podemos discutir o primeiro gol, mas o segundo foi realmente fruto de decisões ruins. Não sei se é atitude ou mentalidade, mas nos custará novamente”, afirmou, à BBC da Escócia. “Acertem sua mentalidade, acertem sua atitude,. Se alguns de vocês não quiserem estar aqui, saiam”. Questionado se alguns dos atletas parecem com a cabeça em outro lugar, acrescento: “Em alguns casos”.

Sem querer dizer que o Ferencváros é um time ruim, mas já dizendo um pouco, Lennon afirmou que o jogo acabou sendo mais fácil do que ele imaginava. Faltou ao Celtic aproveitar suas chances. “Os jogadores precisam reagir. Eles foram OK, mas atitude de alguns precisa melhorar se quiseram jogar por este clube. Estou sentindo um certo mal-estar entre eles, algumas vezes eles não são tão bons quanto pensam que são”, afirmou.

“Estou devastado. Isso não deveria acontecer. Precisamos assumir a responsabilidade, eu certamente o faço pela escolha do time, mas tivemos chances o bastante para ganhar o jogo duas vezes”, completou.

O Celtic agora tentará chegar à fase de grupos da Liga Europa.

.