O torcedor do Manchester United sentiu algo diferente na vitória por 1 a 0 desta terça-feira contra o CSKA: a felicidade de comemorar um gol. O time de Louis van Gaal passou 403 minutos sem colocar uma única bola na rede, desde os 20 minutos da etapa final do confronto contra os russos em Moscou. Passou em branco contra Manchester City, Middlesbrough e Crystal Palace até Rooney completar de cabeça um passe esperto de Lingard.

LEIA MAIS: Sheringham, técnico do Stevenage, se registra como jogador para voltar aos gramados aos 49 anos

Rooney, na verdade, apenas se redimiu porque teve em seus pés a chance de abrir o placar alguns minutos antes, após boa jogada de Juan Mata pela esquerda. Furou, dentro da pequena área, e não conseguiu completar o rebote. Se o Manchester United anda tendo problemas ofensivos, a culpa do baixo rendimento do seu camisa 10 é parte essencial disso.

Van Gaal tentou uma formação diferente contra o CSKA, recuando Rooney para jogar atrás de Martial, com Mata e Lingard pelas pontas. Não foi exatamente um sucesso. Com a bola nos pés durante mais de 70% do jogo, o time da casa acertou apenas cinco chutes a gol, mais do que nos últimos jogos, mas ainda assim muito pouco e muitas vezes pareceu mais próximo de levar o gol no contra-ataque do que de fazer 1 a 0. O castigo quase veio em uma escapada de Doumbia pela direita, que parou nas mãos de De Gea. O rebote sobrou limpo para o marfinense, que finalizou rasteiro e esbarrou no carrinho salvador de Smaling.

 

Na sequência, em um caso cristalino de quem não faz toma, o Manchester United abriu o placar em um passe por cobertura de Carrick, que encontrou Lingard pela direita da grande área. De primeira, o inglês cruzou para o meio, onde Rooney estava sozinho para completar de cabeça e conquistar algum alívio. Mas, para ter futuro na Champions League, e mesmo na Premier League, Van Gaal precisa encaixar as boas peças que têm em mãos para fazer um ataque mais produtivo. Depay precisa crescer de produção, assim como Rooney.

O resultado tira o Manchester United de uma encrenca no seu grupo. O empate deixaria o time em terceiro lugar com os mesmos cinco pontos do CSKA e atrás de Wolfsburg e PSV, que têm seis. Agora, os ingleses lideram com sete pontos e podem se classificar com uma vitória sobre os holandeses, em casa, em 25 de novembro. Seria um prêmio pouco merecido para o United, que investiu bastante na última janela de transferências e ganhou apenas seu segundo jogo na fase de grupos, depois de um empate e uma derrota.