“Teríamos aceitado o 0 a 0 antes do jogo, mas, agora, acho que merecíamos mais”. As palavras são de Giorgos Merkis, zagueiro do Apoel, ao site da Uefa, e resumem bem a partida desta terça-feira contra o Ajax, pelos playoffs da Champions League, fase anterior aos grupos. Contra o semifinalista da última edição, o time cipriota poderia ficar feliz de chegar vivo ao jogo de volta, em Amsterdã, mas, pela sua atuação, merecia ter ido além do empate por 0 a 0.

O Ajax passa por um período de transição e tem feito partidas razoáveis para quem perdeu peças importantes como Frenkie de Jong, Lasse Schöne e Matthijs de Ligt. No entanto, a defesa tem se mostrado mais frágil do que o desejado e, no Chipre, o meio-campo e o ataque desperdiçaram muitas posses de bola por erros bobos, permitindo os rápidos contra-ataques adversários.

Embora parecesse, na primeira metade da etapa inicial, que o gol não demoraria para sair, o Apoel chegou ao intervalo como o time mais perigoso, enquanto o Ajax colecionava cartões amarelos. Aos 22, havia recebido três, inclusive um para Mazraoui, que viria a ser bem relevante na etapa final, quando ele recebeu o segundo, a dez minutos do fim, e foi expulso.

Àquela altura, Onana já havia feito uma série de boas defesas para manter o zero no placar, mais difíceis do que a do seu correspondente Vid Belec, um dos destaques do time contra o Qarabag. Foram cinco no total para o goleiro do Ajax, que ainda viu a sua trave balançar em finalização de Pavlovic. Mesmo com um a menos, os holandeses continuaram tentando buscar o gol fora de casa e tiveram a melhor chance com Huntelaar, cara a cara com Belec. Mas o toque na saída do arqueiro acabou sendo fraco e foi cortado na pequena área.

O empate permite ao Apoel empatar com gols em Amsterdã para chegar à fase de grupos, depois de passar por Sutjeska Niksic, de Montenegro, e o Qarabag nas fases anteriores. O Ajax, que sofreu um pouco demais contra o Paok, da Grécia, precisa vencer para avançar.

Vitórias fora de casa

Após eliminar o Celtic, o Cluj perdeu um pênalti e foi derrotado, em casa, pelo Slavia Praga, quadrifinalista da última Liga Europa, por 1 a 0, gol de Lukás Masopust, aos 28 minutos do primeiro tempo. Também como visitante, o Club Brugge saiu na frente do LASK Linz, da Áustria, com um gol solitário de Hans Vanaken, cobrando pênalti.

Nesta quarta-feira, os jogos de ida dos playoffs continuam com Dínamo Zagreb x Rosenborg, Olympiacos x Krasnodar e Young Boys x Estrela Vermelha.