O Bayern de Munique viu seu favoritismo na Copa da Alemanha aumentar após as oitavas de final. As eliminações de Borussia Dortmund e RB Leipzig, os principais concorrentes até então, deixam os bávaros em evidência. Porém, não quer dizer que a equipe de Hansi Flick teve tranquilidade em sua classificação. Pelo contrário, mesmo jogando dentro da Allianz Arena, o Bayern quase se complicou nos minutos finais da partida contra o Hoffenheim. Os anfitriões relaxaram e permitiram que o Hoffe desse muito calor nos acréscimos. Ao menos, o triunfo apertado por 4 a 3 garantiu os alvirrubros na próxima etapa da Pokal.

Hansi Flick escalou o Bayern praticamente completo para o duelo contra o Hoffenheim. Realizou poucas modificações, sobretudo no meio-campo, onde ganharam espaço Philippe Coutinho, Corentin Tolisso e Serge Gnabry. Robert Lewandowski até balançou as redes aos cinco minutos, num tento corretamente anulado. O que ninguém esperava é que o Hoffe sairia na frente. O primeiro gol validado da noite aconteceu na sequência, aos oito. Manuel Neuer pegou o chute de Jacob Bruun Larsen, antes que Ilhas Bebou batesse cruzado. Seu passe rasteiro desviou em Jérôme Boateng, que cometeu uma falha decisiva para superar Neuer.

O Bayern não demorou a responder. E o empate, aos 13, saiu graças a outro gol contra. Alphonso Davies cruzou em direção a Thomas Müller na área, mas foi Benjamin Hübner que escorou contra o próprio patrimônio. A partir disso, os bávaros deslancharam no jogo e acuaram os adversários com seu abafa. As chances surgiam, até que Müller virasse aos 20. David Alaba lançou com maestria e o atacante se infiltrou para completar de canela.

O Bayern atacava de maneira vertical e direta, com a participação de seus meias na conclusão das jogadas. Serge Gnabry se apresentava bastante pela direita, enquanto Lewandowski tentava anotar o seu. Todavia, o goleiro Philipp Pentke acumulava grandes defesas e evitava um massacre dos bávaros. Ainda assim, diante do bombardeio, o terceiro nasceu aos 36. Após mais uma bola alçada por Alaba, Pentke saiu mal e Lewandowski cumprimentou com uma cabeçada firme na sobra.

Na volta ao segundo tempo, o Bayern ainda pressionou um pouco mais durante os primeiros minutos, antes de começar a controlar a bola. Era uma postura até passiva dos alvirrubros, o que permitiu ao Hoffenheim responder, forçando Neuer a uma ótima defesa. Mas, aos 35, Lewandowski pareceu resolver a parada. Joshua Kimmich cobrou escanteio pela esquerda e o centroavante subiu no primeiro pau, arrematando de cabeça. O problema viria justamente depois disso, quando o duelo estava morto. Os bávaros se desligaram e sofreram com o ímpeto de Munas Dabbur.

Hansi Flick deu um descanso aos seus principais nomes. Atiçou o Hoffenheim, pronto a tentar a reação. Dabbur, que saíra do banco, descontou aos 37. O Bayern saiu jogando errado e, depois de uma roubada de bola, o israelense recebeu na área para fuzilar. O Hoffe seguiu em cima e Dabbur desperdiçaria uma ótima chance, antes de marcar mais um nos acréscimos. Benjamin Pavard desviou um cruzamento contra a própria trave, antes que o centroavante pegasse o rebote. Restavam mais três minutos e a prorrogação parecia totalmente palpável aos visitantes. Os bávaros, ao menos, evitaram o sufoco e seguraram a vitória.

Apesar do placar apertado e do risco evidente, o Bayern teve uma grande atuação ofensiva durante boa parte da noite. Contudo, o time percebeu os sustos desnecessários que pode correr quando relaxa demais. O sistema defensivo não se saiu bem, mesmo com toda a voracidade apresentada por Lewandowski e companhia. Indica uma equipe que ainda se acerta e, desta vez, pôde se dar ao luxo de errar. As quartas de final estão garantidas.

Além do Bayern, outros três times se classificaram na Copa da Alemanha durante a quarta-feira. O Bayer Leverkusen eliminou o Stuttgart com dois gols meio estranhos, na vitória por 2 a 1. O Union Berlim, por sua vez, frustrou o surpreendente Verl e buscou o triunfo por 1 a 0 nos minutos finais. Já o representante das divisões de acesso será o tradicional Saarbrücken, atualmente na quarta divisão. A equipe venceu nos pênaltis o Karlsruher, após empate por 0 a 0 no tempo normal. Schalke 04, Werder Bremen, Eintracht Frankfurt e Fortuna Düsseldorf haviam se garantido na terça. O sorteio dos confrontos das quartas de final acontecerá no próximo domingo.