Entre as cinco principais ligas da Europa, nas quais atuam os jogadores mais cobiçados e caros do mundo, Neymar é o que exigiria a maior taxa de transferência para deixar o Barcelona e passar a defender outro clube, afirma um estudo do Observatório do Futebol. O craque brasileiro foi avaliado em € 210.7 milhões, à frente de dois jogadores do Tottenham, Dele Alli (€ 155.1 mi) e Harry Kane (153.6 mi).

MAIS: Acompanhe a cobertura da Trivela sobre o mercado de transferências europeu

O estudo chegou a esses números com um algoritmo que se baseou em quase 2 mil taxas de transferências e o que o torna interessante é que levou em conta variáveis que realmente influenciam o valor que um clube paga por um jogador: além do desempenho, o sucesso coletivo da equipe, status internacional, idade, tempo de contrato e posição. Há, porém, fatores imprevisíveis, como a necessidade ou não de uma equipe fazer dinheiro com seus atletas, a rivalidade entre as equipes que estão negociando e a possibilidade de o jogador forçar a sua saída ou a sua permanência.

Por causa dessas variáveis, principalmente idade, os dois melhores jogadores do mundo na última década aparecem em posições inferiores na lista. Seria necessário, de acordo com o estudo, pelo menos € 151.7 milhões para convencer o Barcelona a vender Lionel Messi, 29 anos, e € 112.4 milhões para tirar Cristiano Ronaldo, 32, do Real Madrid. A dupla está, respectivamente, em quarto e 11º lugares.

Premier League e La Liga colocam quatro jogadores cada entre os dez atletas mais caros do mundo, com a dupla da Juventus, Higuaín e Dybala, completando o top 10. Os mais jovens da lista, com os 110 primeiros, ou todos acima de € 40 milhões, são Kylian Mbappé, do Monaco, e Christian Pulisic, do Borussia Dortmund, ambos com 18 anos. O francês custaria € 92.6 milhões, e o americano, € 60.6 milhões. Ronaldo é o mais velho.

Neymar é, obviamente, o brasileiro mais caro da lista. Em seguida, aparece a dupla do Liverpool – o hispano-brasileiro Diego Costa está entre eles -, com Roberto Firmino à frente de Coutinho, apesar de o atacante ser mais velho, ter menos tempo de contrato e ter um papel menos importante que o do compatriota no funcionamento da equipe.

Veja os 15 primeiros e os brasileiros, em milhões de euros. Para a lista completa, clique aqui:

1. Neymar (Barcelona), 25 anos, contrato até 2021: € 210.7
2. Dele Alli (Tottenham), 21 anos, até 2022: € 155.1
3. Harry Kane (Tottenham), 23 anos, até 2022: € 153.6
4. Lionel Messi (Barcelona), 29 anos, até 2018: € 151.7
5. Antoine Griezmann (Atlético de Madrid), 26 anos, até 2021: € 150.3
6. Luis Suárez (Barcelona), 30 anos, até 2021: € 140.8
7. Paul Pogba (Manchester United), 24 anos, até 2021: € 134.3
8. Gonzalo Higuaín (Juventus), 29 anos, até 2021: € 120.2
9. Eden Hazard (Chelsea), 26 anos, até 2020: € 117.2
10. Paulo Dybala (Juventus), 23 anos, até 2022: € 115.3
11. Cristiano Ronaldo (Real Madrid), 32 anos, até 2021: € 112.4
12. Kevin de Bruyne (Manchester City), 25 anos, até 2021: € 110.5
13. Romelu Lukaku (Everton), 24 anos, até 2019: € 105.4
14. Robert Lewandowski (Bayern de Munique), 28 anos, até 2021: € 100.6
15. Raheem Sterling (Manchester City), 22 anos, até 2020: € 98.8

20. Roberto Firmino (Liverpool), 25 anos, até 2020: € 85.3
23. Diego Costa (Chelsea), 28 anos, até 2019: € 83.4*
38. Philippe Coutinho (Liverpool), 24 anos, até 2022: € 70.8
55. Fabinho (Monaco), 23 anos, até 2021: € 60.2
59. Thiago (Bayern de Munique), 26 anos, até 2021: € 57.1*
61. Marquinhos (Paris Saint-Germain), 23 anos, até 2019: € 56.4
77. Lucas Moura (Paris Saint-Germain), 24 anos, até 2019: € 49.4
83. Douglas Costa (Bayern de Munique), 26 anos, até 2020: € 47.2
84. Willian (Chelsea), 28 anos, até 2020: € 46.7
106. Alex Sandro (Juventus), 26 anos, até 2020: € 40.5

*Defendem a seleção espanhola