A coluna de futebol francês desta semana já falou sobre como Bruno Guimarães conquistou rapidamente a França desde sua chegada ao Lyon. Convocado por Tite pela primeira vez para a seleção brasileira principal, o meia, que tem recebido elogios de todas as partes, foi exaltado por mais uma figura importante de seu clube, o líder técnico Houssem Aouar.

Em entrevista publicada pelo L’Équipe, Aouar comentou o novo momento do Lyon e avaliou a influência de Bruno Guimarães na transformação vista nas últimas semanas. Para o francês, a presença do brasileiro potencializou os outros, inclusive ele mesmo.

“Ele tem uma verdadeira importância no jogo da equipe. Esforça-se bastante, aparece entre as linhas e propõe soluções de saída aos defensores o tempo todo. Sua presença nos faz muito bem. É muito prazeroso jogar com um jogador assim. Desde que ele se instalou como meia à frente dos zagueiros, isso me permitiu não ter que necessariamente voltar para buscar a bola muito atrás. E, nas raras vezes em que faço isso, ele me dá o passe. Nós dois nos entendemos muito bem. O jogo de toda a equipe é fluido com ele”, elogiou.

A goleada sofrida para o PSG na semifinal da Copa da França, na quarta-feira (4), deu uma freada na sequência boa do Lyon desde a chegada de Guimarães. No entanto, não deve ser motivo para grande preocupação. O time de Rudi Garcia tem sido claramente outro ultimamente, e Aouar aponta que, até a expulsão de Marçal, aos 15 do segundo tempo, o conjunto lyonnais jogou em bom nível contra os parisienses.

“Levar tantos gols em casa é sempre ruim. Mas nós também temos consciência de que fizemos mais do que um jogo parelho com o PSG durante uma hora. O que devemos guardar dessa partida é que não podemos ceder, mesmo quando estamos reduzidos a dez homens, mesmo quando está complicado. Precisamos lidar melhor com isso”, reconheceu.

Vencer o rival Saint-Étienne na rodada passada da Ligue 1 foi um resultado saboroso ao Lyon, mas o triunfo mais significativo das últimas semanas foi, sem dúvidas, o 1 a 0 sobre a Juventus, pela ida das oitavas de final da Champions League. Aouar considera aquele jogo um símbolo da mudança recente da equipe.

“Ganhar da Juventus aumentou a nossa confiança. Demos um passo à frente em questão de nível de jogo, temos mais confiança em nós mesmos e nos encontramos melhor em campo uns aos outros, propomos algo mais atraente. Conseguimos nos instalar no campo do adversário. Claro, é sempre melhor e mais agradável para nós (jogar assim). É um tipo de jogo muito mais apropriado ao OL. Mas já demonstramos no passado uma tendência a relaxar, então não vamos nos deixar levar.”

A celebração pela vitória sobre a Juventus ou a lamentação com a derrota ao PSG, no entanto, não pode durar muito. O final de semana reserva uma partida enorme diante do Lille (4º colocado), que pode aproximar o Lyon (5º) das classificações a competições europeias. O foco de Aouar já está apurado: “Esta partida em Lille é crucial, podemos ficar a três pontos deles, então pode ser muito importante, precisamos tentar ganhar”.