Celtic e Porto conquistaram a Champions League no passado, mas não terão a oportunidade sequer de disputar a fase de grupos nesta temporada. Em casa, contra adversários de centros teoricamente mais fracos do futebol europeu, foram eliminados na terceira fase preliminar, em situações constrangedoras. O Basel, responsável pela queda do PSV, não foi muito melhor e acabou perdendo do LASK Linz, da Áustria.

O começo de temporada do Porto é tenebroso. A partida de ida, na Rússia, foi vencida por 1 a 0, apenas aos 44 minutos do segundo tempo, com um gol de falta de Sérgio Oliveira. Na sequência, o clube português foi derrotado pelo pequeno Gil Vicente, recém-promovido à primeira divisão, na estreia do Campeonato Português. E aos 34 minutos do primeiro tempo no estádio do Dragão, estava perdendo por 3 a 0 para o Krasnodar.

Tonny Vilhena abriu o placar, no rebote de uma cobrança de escanteio. Magomed Suleymanov marcou os outros dois gols dos visitantes, completando um contra-ataque e ao fim de uma boa jogada individual a partir da direita. Diminuindo um pouco o vexame, o Porto descontou com Zé Luis, de cabeça, e Luis Díaz, de fora da área. Houve uma pressão dos donos da casa no fim, mas não foi o bastante para evitar a eliminação.

A situação do Celtic era um pouco mais difícil porque o primeiro jogo, na Romênia, havia terminado empatado por 1 a 1. Ainda assim, bastava vencer em casa ou segurar o 0 a 0. Mas Ciprian Deac aproveitou o cruzamento da esquerda para abrir o placar, aos 27 minutos do primeiro tempo. O empate saiu no começo da etapa final, quando James Forrest aproveitou o corta-luz de Odsonne Édouard, e a virada não demorou muito, com o próprio Édouard aproveitando a falha da defesa romena.

A vitória colocava o Celtic no controle da eliminatória, mas Billel Omrani, de pênalti, empatou para o Cluj, que avançava pelos gols marcados fora de casa. Sem problemas: Ryan Christie apareceu na pequena área para fazer 3 a 2 aos escoceses, aos 31 minutos do segundo tempo. Mas o Cluj conseguiu uma nova igualdade, quando Omrani pegou o rebote de uma boa defesa de Scott Bain.

Desesperado, o Celtic tentou sair de trás com um passe longo, que foi interceptado. Adrian Päun recebeu, de costas para o gol dos donos da casa, e mandou para frente de qualquer jeito. Acabou virando uma assistência porque Marius Tucudean recolheu e fez o gol da vitória por 4 a 3 do Cluj.

A única missão do Basel na Champions League foi eliminar o PSV. Logo em seguida, fez um jogo muito ruim contra o austríaco LASK, em casa, e perdeu por 2 a 1. Precisava de uma reviravolta fora de casa que nem passou perto. Até chegou a empatar, aos 35 minutos do segundo tempo, mas ainda levou dois gols no fim para perder por 3 a 1 e 5 a 2 no agregado.

Veja os confrontos dos playoffs da Champions, última fase antes dos grupos:  

Dínamo Zagreb x Rosenborg
Apoel x Ajax
LASK x Club Brugge
Krasnodar x Olympiakos
Cluj x Slavia Praga
Young Boys x Estrela Vermelha