O Valencia é o quinto clube espanhol que mais vezes disputou a final da Copa do Rei. São 17 decisões, com sete títulos conquistados. E os Ches tentarão erguer a taça mais uma vez no próximo mês de maio, dentro do Estádio Benito Villamarín. O time de Marcelino García Toral derrotou o Betis por 1 a 0 nesta quinta-feira e irá encarar o Barcelona. Pois o mais importante no triunfo, garantido por Rodrigo Moreno, não aconteceu dentro de campo. A torcida valenciana escancarou o seu apoio aos jogadores e realizou uma festa impressionante no Mestalla, antes que a equipe carimbasse seu passaporte.

A cena mais arrepiante aconteceu durante a chegada do time ao estádio. Milhares de torcedores se espremeram nas vias ao redor do Mestalla. Fizeram um espetáculo como poucos, entre sinalizadores, luzes de celular, bexigas brancas e rolos de papel. A cantoria ecoava alto e todos pareciam interessados em dar seu empurrão à equipe. Já nas arquibancadas, ainda ocorreu um mosaico antes que a bola rolasse, assim como um minuto de silêncio ao ídolo Waldo. E depois da vitória por 1 a 0, a festa se ampliou do lado de fora do Mestalla, com os jogadores se dirigindo a uma sacada para vibrar junto com a multidão. Promessa de novo show no reencontro com o Barça, em 25 de maio. O título significa bastante aos valencianos.