Não se preocupe. Se você ainda não assistiu ao terceiro episódio de Game of Thrones, não vamos contar o que acontece. Mas – agora, sim, spoiler alert -, sabemos que ele mostrará uma grande batalha entre o Exército dos Mortos e os vivos abrigando-se entre as muralhas de Winterfell.

O comandante dos zumbis é o Rei da Noite, aquele rapaz alto e azul, medalhista olímpico em lançamento de dardo, que, descobrimos, gosta de se preparar para as batalhas assistindo a um futebolzinho, porque algumas pessoas podem ser de gelo, mas ninguém é de ferro.

Como o ataque a Winterfell foi obviamente… à noite, de dia ele apareceu nas arquibancadas da RZD Arena para assistir à vitória do Lokomotiv Moscou por 2 a 1, no último domingo, sobre o Yenisey, pela 26ª rodada do Campeonato Russo.

O jogo, porém, não parece ter sido muito divertido. Com uma armadura de cavaleiro e sentado em uma réplica do Trono de Ferro, ele pareceu tremendamente entediado, como se estivesse cada vez mais determinado a destruir tudo o que está vivo.

Já destacamos várias vezes os mosaicos e tifos maravilhosos das torcidas do leste europeu, mas dessa vezes eles se superaram. Que baita produção.