O Campeonato Espanhol tem novo líder, ao menos temporariamente. O início capenga do Atlético de Madrid não foi suficiente para atrapalhá-lo e, em uma competição bastante equilibrada até o momento, os colchoneros despontam. O momento, ainda assim, vale bem mais pelo peso do resultado conquistado neste domingo dentro do Estádio Wanda Metropolitano. O time de Diego Simeone tinha pela frente outro adversário com boas pretensões na tabela, o Betis. Dois times com propostas distintas, em duelo no qual as ideias dos rojiblancos prevaleceram. A vitória por 1 a 0 amplia a sequência invicta do Atleti para cinco jogos na Liga.

Foi um jogo intenso, no qual o Betis controlava a posse de bola e o Atlético se defendia muito bem, adiantando suas linhas de marcação. O primeiro tempo foi travado, sem que os times se arriscassem demais. Já na segunda etapa, a agressividade dos colchoneros fez a diferença. Pressionaram para roubar a bola e criaram suas oportunidades, atacando com mais velocidade. Nikola Kalinic chegou a carimbar a trave e Rodri, dominando a faixa central, exigiu defesa do goleiro Pau López que ninguém aproveitou no rebote. Os heróis sairiam do banco. Os gol aconteceu aos 29 minutos, a partir de uma bola roubada por Ángel Correa. O argentino recebeu o passe de calcanhar de Thomas Partey, encarou a marcação e achou um cantinho para desferir o chute rasante. Valeu a vitória.

O Atlético de Madrid chega aos 15 pontos no Campeonato Espanhol, ainda podendo ser ultrapassado por Barcelona e Sevilla na sequência da rodada. O ataque não rende tanto, com apenas nove gols anotados, mas a defesa volta a ser a melhor da Liga, com quatro tentos sofridos. Já o Betis é o sétimo, estacionando com 12 pontos. Destaque a Ángel Correa, um jogador que nem sempre acerta as suas jogadas, mas nunca falta com empenho e esforço para fazer a engrenagem colchonera girar. Quando consegue fazer acontecer, arranca os aplausos da torcida.


Os comentários estão desativados.