Carlo Ancelotti faz um trabalho de bastante sucesso no Everton até aqui. Depois de deixar um Napoli que cambaleava na Serie A, assumiu o Everton em crise e transformou o time em candidato à vaga na Liga Europa. Em entrevista à Rai Uno, porém, ele foi perguntado sobre o futebol italiano e enalteceu a briga pelo título na Serie A e também elogiou o trabalho de Maurizio Sarri na Juventus.

“Eu estou feliz que está tudo ainda aberto, há muitas batalhas [na Serie A] e finalmente temos uma disputa pelo primeiro lugar”, afirmou Ancelotti à Rai Uno. “Eu não acho que é culpa da Juventus. A Inter investiu muito e a Lazio está indo muito bem”.

“Futebol se trata de percepção. Eu não sei o que você aprecia mais entre o estilo de Gasperini [técnico da Atalanta] ou Juric [técnico do Verona], que atrai muito. Ou Guardiola [técnico do Manchester City] ou Sarri [técnico da Juventus]”, disse o treinador, atualmente no Everton.

Ancelotti comentou também sobre Christian Eriksen, que deixou o Tottenham para se transferir à Inter. “Ele é um jogador excelente, ele não jogou muito no Tottenham no seu último período lá. Ele irá se tornar titular na Inter, mesmo que seja difícil falar sobre titulares no futebol de hoje, com tantas partidas que são jogadas. Ele chegou agora e precisa de tempo para se adaptar”, afirmou o treinador.

O técnico Maurizio Sarri tem sido muito criticado pelo desempenho da Juventus em campo, apesar do time seguir em primeiro lugar na tabela. Ancelotti defendeu o colega. “Ele está fazendo o seu trabalho. Ele está na liderança da liga e agora a Champions League começa novamente, e onde é difícil estabelecer um favorito. Seria difícil para Sarri pedir mais”, analisou.

Além de estar na liderança, a Juventus tem uma outra vantagem importante, na visão de Ancelotti: Cristiano Ronaldo. “Estamos falando sobre um fenômeno que faz gols em todos os jogos”, disse Ancelotti. “Para um clube e um técnico, Ronaldo é um jogador fundamental. Quando você começa um jogo com ele em campo, você começa com uma vantagem de 1 a 0”.

A Lazio é a atual segunda colocada na Serie A, depois de ter deixado a Inter para trás em um confronto direto neste domingo. Quando foi treinador da Juventus, de 1999 a 2001, ele viveu um período em que a Lazio conquistou o scudetto, na temporada 1999/2000. “Quando eu treinei a Juventus e eles ganharam o Scudetto, eles tinham um grande time. Hoje, eu acho que eles têm menos qualidade, mas são muito sólidos. Eles jogam um futebol muito claro e eles sabem o que estão fazendo”, afirmou o treinador. “Immobile está em estado de graça e tudo é possível em casa pelos biancocelesti”.

Saída do Napoli

“As coisas estão indo muito bem. Eu não precisava ser regenerado, eu me sentia bem em Nápoles também”, afirmou o treinador à Rai Uno. “No futebol, você é julgado pelos resultados e eles não estavam no nível no elenco”.

“A decisão foi tomada em acordo e foi a certa, eu estou melhor, o Napoli está melhor. Eu não quero falar sobre a minha aventura como Azzurro. O Napoli foi uma experiência maravilhosa, eu conheci jogadores e pessoas que estavam trabalhando comigo. A cidade continua lá e espera por mim, para ter minhas férias lá”, continuou o treinador.