O primeiro jogo de Carlo Ancelotti no comando do Everton já tinha uma importância grande. Diante do Burnley, em casa, era um duelo de dois times ameaçados pela zona do rebaixamento. Por isso, vencer em casa era fundamental. Os três pontos vieram para os Toffees, mas não foi fácil. O placar de 1 a 0 foi apertado, mas importante para dar um respiro ao time.

Desde que Marco Silva foi demitido do Everton, o time está invicto. A última derrota foi mesmo a que derrubou o técnico português, no dia 4 de dezembro, quando tomou um 5 a 2. Depois disso, com a entrada de Duncan Ferguson como técnico interino, venceu o Chelsea por 3 a 1; empatou com Manchester United por 1 a 1 e Arsenal por 0 a 0.

O técnico italiano entrou em campo com três zagueiros, algo que tem sido comum na Premier League. Jogou em um 3-5-2, com Bernard à frente de Fabian Delph e Gylfi Sigurdsson, Lucas Digne e Djibril Sidibé pelas alas. Dominic Calvert-Lewin e Richarlison formaram o ataque. O Burnley, dirigido por Sean Dyche, manteve a sua formação mais tradicional, o 4-4-2, bem fechado.

Ao longo do jogo, o Everton foi bastante melhor. Terminou com 67% de posse de bola e 21 chutes a gol. Foram apenas cinco chutes no alvo, porém. O time sofria para ser realmente perigoso. Ao longo do jogo, era o Everton que tomava iniciativa e levava perigo. O Burnley chegou pouco ao ataque. O Everton, por sua vez, pressionava. Ancelotti trocou o brasileiro Bernard e colocou Moise Kean. Ficou com mais um atacante.

O gol só veio na reta final do jogo. Aos 35 minutos, o lateral Sidibé levantou na área e Calvert-Lewin tocou de cabeça. A bola tocou na trave e entrou: 1 a 0.  Cinco minutos depois do gol, Ancelotti recompôs o meio-campo ao tirar Richarlison e colocou Tom Davies.

A vitória foi para o time que realmente a procurou em todo o jogo. Os Toffees alcançam 22 pontos, quatro pontos à frente do Aston Villa, primeiro time na zona do rebaixamento. No dia 28, próximo sábado, o Everton volta a campo para enfrentar o Newcastle, fora de casa. O Burnley, por sua vez, enfrenta o Manchester United no mesmo dia.

Classificações Sofascore Resultados