O futuro de Zlatan Ibrahimovic está indefinido. Seu contrato com o Los Angeles Galaxy termina ao fim do ano e, aos 38 anos, ele sente que ainda tem lenha para queimar em alto nível. Em entrevista à Gazzetta dello Sport, afirmou que não descartaria um retorno à Itália, “desde que seja para brigar pelo scudetto“, e citou o Napoli como um possível destino. Aparentemente, tudo bem para Carlo Ancelotti, que brincou sobre o assunto após a vitória por 2 a 0 sobre o Verona, no último sábado.

“Ligarei para ele esta noite e dizer que o estamos esperando. Tenho muita afeição por ele, eu o vi marcar 29 gols em 30 jogos da Major League Soccer. Depois de ligar para ele, eu conto para vocês como foi”, afirmou Ancelotti à Sky Sports Italia.

Nesta temporada, Ibrahimovic marcou 30 vezes em 29 jogos pela liga americana, ajudando o Galaxy a chegar aos playoffs, e acredita que, se for à Itália, poderia fazer pelo menos 20 tentos por temporada, e que passar pela experiência de ser jogador do Napoli seria interessante.

“Gostei de um documentário recente dedicado a Maradona e ninguém foi como ele. Vendo o amor que a cidade tinha por ele, faz com que eu sinta que gostaria da experiência no Napoli. Seria fantástico replicar o que Diego fez lá”, disse, à Gazzetta dello Sport.

“Não estou dizendo que irei para lá, minha decisão final dependerá de vários aspectos, mas é uma torcida que cria entusiasmo. Comigo, o San Paolo estaria cheio todo domingo. E há Ancelotti, um grande”, encerrou.

Na Itália, Ibrahimovic defendeu Juventus, Internazionale e Milan e trabalhou com Ancelotti no Paris Saint-Germain.