América do SulLibertadores

Sabe o goleiro que fingiu desmaio? Ele pegou pênalti e fingiu de novo na comemoração

Máximo Banguera é um goleiro rodado, titular faz tempo em um dos clubes mais populares do Equador e também presente na última Copa do Mundo. Entretanto, o veterano só teve os seus 15 minutos de fama graças a um lance inusitado: o seu pastelão na Libertadores rodou o mundo. No final do jogo contra o Atlético Nacional, o camisa 1 cometeu uma falta fora da área. Mas, na malandragem para não ser expulso, fingiu uma lesão. Não adiantou nada, já que recebeu o vermelho e ainda viu o time sofrer o gol da derrota logo na sequência. Mas se engana quem pensa que Banguera se importa com a fama que ficou.

VÍDEO: Goleiro finge desmaio para ganhar tempo, acaba expulso e vê time sofrer virada

Na verdade, ele está até esculachando ainda mais. E a maior prova disso veio no último jogo do Barcelona pelo Campeonato Equatoriano, nesta quarta-feira. Banguera defendeu um pênalti na goleada sobre o Mushuc Runa – clube fundado por indígenas, que disputa a sua segunda temporada na primeira divisão. O goleirão estava no direito de comemorar, e o fez justamente relembrando o fingimento na Libertadores. Mito é pouco para ele.

O massacre do Barcelona, aliás, contou com mais dois lances marcantes: os golaços de Ismael Blanco. O artilheiro argentino fez uma pintura de bicicleta e ainda fechou o placar humilhando o goleiro adversário, em um toquinho por cobertura. Vale conferir também.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo