Argentina

Sacachispas, o time de super-heróis que salvou uma classificação inédita na Copa da Argentina

As histórias que são vistas na Copa do Brasil, Copa da Argentina, Copa da Inglaterra e em outras copas, nacionais e continentais, são impagáveis. É nessas competições que times menores, de divisões inferiores, com menos oportunidades em termos de calendário e financeiras, têm a chance de escrever uma narrativa para marcar o clube que representam. Muitas vezes eles conseguem, passando por equipes maiores e que têm tradição e histórico campeão desproporcionais aos deles. Uma dessas histórias sensacionais e que nós adoramos foi protagonizada pelo Sacachispas, um singelo clube de um bairro no sul de Buenos Aires que atualmente disputa a quarta divisão do país. O Saca desafiou o Arsenal de Sarandí na Copa da Argentina e levou a melhor: avançou à fase 16 avos de final. Uma classificação inédita garantida após uma disputa de pênaltis na última terça-feira, e um ritual com máscaras de super-heróis no pré-jogo.

VEJA TAMBÉM: Lucas Pratto vai virar nome de arquibancada na Argentina, homenageado por seu clube de base

Se juntaram Batman, Homem de Ferro, Capitão América, Hulk, Super-Homem, Flash, Homem-Aranha e outros para salvar a classificação no segundo torneio mais relevante da Argentina. E com o Arsenal de Sarandí, vencedor do Campeonato Argentino em 2012 e da Copa da Argentina em 2013, do outro lado do embate. Na foto oficial da partida, várias poses e as máscaras de super-heróis da Marvel e da DC Comics cobriam os rostos dos jogadores do Sacachispas, como garotos. Durante o jogo, porém, o compromisso era de homem e a postura foi muito adulta, para depois dos 90 minutos agirem como meninos de novo na comemoração do feito. Não foi a primeira que a equipe do Saca teve esse tipo de atitude lúdica e de descontração. No Natal do ano passado, por exemplo, os atletas saíram vestidos de Papai Noel. Vira e mexe eles posam para a foto antes da bola rolar de maneiras inusitadas e divertidas. Para celebrar o feriado nacional no próximo dia 25, que se comemora o Dia da Revolução de Maio, eles já planejam usar fantasias e saudar essa data tão importante para os argentinos.

Esta é a primeira vez que o Villero, como é conhecido também o Sacachispas, chega nessa etapa da Copa da Argentina. E pode ser a primeira vez também que o time chega à Primera B, a terceira divisão do país. No momento, o Saca é líder da Primera C, com 70 pontos, 12 a mais do que o Defensores Unidos de Zárate, seu perseguidor. É um clube que manda seus jogos em um pequeno estádio no bairro Villa Soldati com capacidade para não mais do que cinco mil pessoas. O desta terça-feira aconteceu com mando do Arsenal de Sarandí, e é por isso que o empate por 1 a 1, com os anfitriões com um jogador a menos em quase todo o segundo tempo, se faz bastante heróico por parte do Saca. Nos pênaltis, os visitantes foram superiores e se sagraram como o primeiro time da quarta divisão a eliminar um da elite do futebol argentino na Copa.

Mostrar mais

Nathalia Perez

Jornalista em formação trabalhando a favor de um meio esportivo mais humano. Meus heróis sempre foram jogadores de futebol, mas hoje em dia são muito mais heroínas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo