Argentina

Ministro argentino promete punição a cartolas

Nesta quarta, em entrevista à Radio La Red, de Buenos Aires, Anibal Fernandez, ministro de Segurança e Justiça da Argentina, prometeu que o governo do país punirá dirigentes de clubes que derem ingressos aos “barrabravas”, os torcedores violentos. Na segunda passada, Fernández assinou, junto do presidente da AFA (Associação de Futebol Argentina), Julio Grondona, um acordo que permitirá ao governo proibir a entrada de torcedores violentos em jogos de todas as categorias do futebol argentino.

“Não tenham dúvidas de que puniremos duramente os dirigentes que derem ingressos às barras (torcidas). Devemos achar aqueles que, por medo ou por se acharem mais acima da lei, presenteiam os ingressos”, disse o ministro.

Na mesma entrevista, Anibal fez questão de enfatizar que o governo se esforçará em cumprir a lei: “A medida não é inócua. É uma solução positiva que será implementada. E ainda há outras sendo estudadas. O governo argentino usará de força para que envolvidos em atos de violência não possam entrar nos estádios do país.”

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo