Argentina

Maradona conta que Mancuso falsificou sua assinatura para lucrar

Maradona afirmou que Alejandro Mancuso usou o seu nome e sua assinatura para fechar acordos. Maradona contou um episódio que aconteceu em um site internet, que marcava jogos com ele e que Mancuso cobrava para agendar essas partidas de exibição com o ex-atacante do Boca Juniors, Napoli e da seleção argentina.

“Me mostraram uma página de internet que usava o meu nome para participar de um jogo. Um site que eu nunca assinei nada e não tinha a minha permisão. Pensei que haviam me usado, como tantas vezes, e pedi que iniciassem os processos. Assim começou a história”, declarou Maradona ao Cancha Lenna.

“Como um golpe, 15 dias depois, apareceu um contrato que autorizava essa participação. Um acordo em que Mancu [Mancuso] cobrava $ 200 mil e mais $ 50 mil que se destinavam aos intermediários. Um acordo feito por mim? Não sei, mas com a assinatura de Maradona. Um contrato que eu nunca tinha visto na vida”, continuou. “Dizia para todo mundo: 'Mancu é o meu amigo e vou defendê-lo até morrer'.”

“Mas quando perguntei a Mancu, ele me respondeu: 'Sim. Você tem razão. Vou te devolver o dinheiro'. Então disse: 'Não se trata de me dar o dinheiro. Por que não disse que ia fazer isso? Como pode se vender tão barato?'”, contou Maradona.

Alejandro Mancuso foi nomeado assistente da seleção argentina em 2008, quando Maradona assumiu o cargo de técnico da Albiceleste. Mancuso esteve na comissão técnica que esteve na Copa do Mundo da África do Sul.

Como jogador, Mancuso venceu a Copa América em 1993 e, além das passagens por Boca Juniors, Vélez Sársfield e Independiente, jogou pelo Flamengo, Palmeiras e Santa Cruz.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo