Argentina

“Bilardo me traiu”, afirma Maradona

O ex-técnico da Argentina, Diego Armando Maradona, deu declarações bastante ríspidas nesta sexta-feira, após ser anunciada sua saída do comando da seleção nacional. Durante dez minutos, El Pibe falou para a imprensa portenha e não aceitou perguntas.

Um dos mais criticados foi seu auxiliar, Carlos Bilardo, que saiu fortalecido após a saída de Maradona, de acordo com a imprensa argentina. “Quando eu estava de luto, ele trabalhou na sombra para se deitar. Ele me traiu’.

Outro que recebeu críticas foi Julio Grondona, presidente a Associação de Futebol da Argentina (AFA). Maradona acusou o dirigente de “mentiroso” e ressaltou que desde 1990 a Argentina não passa das quartas de final de um Mundial, o que mostra que o problema vem de cima.

“Aconteceu uma reunião na África do Sul, com o Grondona, alguns jogadores e várias testemunhas. Julio me disse que estava contente com meu trabalho e queria a continuação. Mas quando me reuni com ele na Argentina, ele me comunicou que sete dos meus ajudantes não continuariam. O que é o mesmo que dizer que estou fora”, afirmou Maradona.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo