Frequentemente alvo de protestos por ter para um clube considerado artificial pelas suas colegas do futebol alemão, por causa do investimento da Red Bull, a torcida do RB Leipzig adotou uma postura ativista, nesta quarta-feira, ao se manifestar contra altos preços de ingressos no começo do segundo tempo da vitória da sua equipe contra o Tottenham, por 1 a 0, no norte de Londres, pela primeira perna das oitavas de final da Champions League.

Houve reclamações de clubes, especialmente ingleses e alemães, sobre preços abusivos para partidas de competições europeias fora de casa. Especificamente, torcedores de Manchester United e Liverpool encontraram ingressos a £ 100 (€ 120) para as partidas do Camp Nou no mata-mata da Champions League, e os clubes retaliaram aumentando o preço das entradas para as partidas em solo britânico.

A Uefa reagiu estabelecendo um teto para ingressos de visitante em € 70 para jogos da Champions League e € 45 para a Liga Europa, mas não parece ter sido suficiente para a torcida do RB Leipzig, que atua em um país que costuma operar preços populares em alguns setores do estádio. “Levante-se por um teto de preços justo!”, dizia a faixa nas arquibancadas visitantes do estádio do Tottenham, que paralisaram momentaneamente o jogo atirando papel higiênico no gramado para reforçar o argumento que estavam fazendo.

O preço dos ingressos do estádio do Tottenham também foi alvo de reclamação da própria torcida do clube, depois de ser anunciado que o carnê de temporada receberia um aumento de 1,5% para a temporada 2020/21.