Pela segunda vez na semana, a Juventus sofreu três gols na mesma partida. Depois de perder da Atalanta, por 3 a 0, pela Copa Itália, abriu 3 a 1 contra o Parma e levou o empate, aos 48 minutos do segundo tempo, com gol de Gervinho. Após a partida, o técnico Massimiliano Allegri criticou a atitude dos seus jogadores, principalmente na defesa.

LEIA MAIS: Com dois gols de Gervinho, Parma alcança um empate incrível contra a Juventus

“Fomos muito leves defensivamente e cometemos uma série de erros”, afirmou, à DAZN, segundo o Football Italia. “Houve certas jogadas superficiais, nas quais faltaram a concentração necessária. Precisamos ficar mais concentrados. Abaixamos a guarda quando abrimos 3 a 1 e, de novo, na bola final, do empate. Você não pode jogar com essa atitude aos 48 minutos do segundo tempo com a bola na bandeira de escanteio. Foi conceitualmente a coisa errada a fazer tentar mantê-la em jogo. Apenas chute-a para fora”.

Allegri lembrou que teve dificuldades contra a Lazio, mas conseguiu arrancar a vitória no fim. Contra o Parma, veio a punição. Não ajudou que a defesa tenha entrado em campo sem seus principais jogadores – Chiellini, Bonucci e Barzagli. A retaguarda teve João Cancelo, Cáceres, Rugani e Spinazzola.

“Foi a primeira vez que essa linha de quatro jogou junta e não ajudamos os zagueiros, sempre deixando-os no mano a mano. Eles precisam perceber que não há vergonha em mandar a bola para as arquibancadas se for necessário”, afirmou. “Pelo menos demos aos que reclamavam que não éramos divertidos algo a aproveitar. Futebol bonito não vale a pena. No fim do dia, você apenas precisa chutar a bola para longe do seu gol”.

Apesar do empate, a Juventus ainda lidera o Campeonato Italiano, com 60 pontos, nove a mais do que o Napoli.