Contando com dois pênaltis marcados no segundo tempo, o Porto venceu confronto direto com o Braga por 3 a 2, de virada, e ficou com a liderança do campeonato português, ao menos até o Benfica jogar com o Tondela, ainda neste sábado, 30.

O Braga, que poderia chegar aos 61 pontos caso vencesse, abriu o placar com o angolano Wilson Eduardo, logo aos 4 minutos de jogo. Aos 26, o brasileiro Tiquinho Soares, um dos destaques portistas na temporada, empatou o jogo. Os donos da casa voltaram a estar na frente do marcador no início do segundo tempo, com o brasileiro Murilo.

Mas o destaque da partida acabou sendo a maneira curiosa em que o lateral-esquerdo brasileiro Alex Telles se lesionou. Aos 22 minutos, o árbitro marcou uma penalidade máxima em favor do Porto. Telles, cobrador oficial da equipe, bateu cruzado, mas contorceu o corpo de forma estranha após o chute e sequer comemorou o gol marcado, caindo ao chão em seguida. A lesão parece ter sido séria, e o jogador foi substituído imediatamente por Fernando. O técnico Sergio Conceição comentou com pessimismo sobre as condições do brasileiro “Ainda não sabemos (sobre uma possível lesão), mas não será nada de positivo. Vamos avaliar e amanhã já saberemos com detalhes”, afirmou após o jogo.

Dez minutos depois do empate, o Porto foi presenteado por outro pênalti, cometido em cima de Militão. Sem Telles para a cobrança, Tiquinho soares foi o responsável por garantir a vitória portista que praticamente tira o Braga da briga pelo título, ficando a 8 pontos de distância do Porto.