O tem uma missão dificílima nesta quarta-feira. Depois de perder por 4 a 2 no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, os alemães terão que reverter o placar contra o Atlético de Madrid em pleno Vicente Calderón. Precisarão de no mínimo três gols, sem sofrer nenhum, para buscar a vaga. Talvez por isso que as prioridades de sejam outras no momento. O garoto de 17 anos entrou na lista de desfalques dos Aspirinas porque, segundo o clube, terá “provas importantes no colégio”. Ficará na Alemanha fazendo seus exames, enquanto os companheiros passam pela prova de fogo na Espanha.

Havertz tem sido uma das boas revelações do Leverkusen na temporada. O talentoso meio-campista de 17 anos começou a ganhar espaço no time a partir de outubro, trazido das categorias de base, e não saiu mais. Já são 10 partidas como titular dos Aspirinas, com dois gols marcados e quatro assistências. Nas últimas semanas, têm atuado na função do suspenso Hakan Çalhanoglu. Inclusive, o novato esteve no 11 inicial que perdeu para o Atleti na BayArena. Mas agora precisa cumprir as suas tarefas como estudante. Ele concilia treinos e estudos para fazer o Abitur, uma espécie de prova preparatória à universidade existente no sistema educacional alemão.

Nas redes sociais, o Bayer Leverkusen brincou com a situação de Havertz. Mas o jovem sabe que, pela qualidade que apresenta com a bola nos pés, outras participações na Champions são apenas questão de tempo.