Alemanha

O Hertha Berlim contrata o novo Klinsmann: Jonathan, goleiro, filho do velho Jürgen

O sobrenome Klinsmann logo remete a gols – sobretudo na Alemanha, onde o velho Jürgen se consagrou. Entretanto, a partir desta semana, a alcunha ganha um novo significado no futebol alemão. Poderá se referir a um promissor goleiro, novo contratado do Hertha Berlim. Como se fosse um karma comum a grandes craques, o filho de Jürgen Klinsmann decidiu usar luvas. E nesta terça, Jonathan assinou com os alviazuis. O rapaz de 20 anos vem para ser reserva, em temporada na qual o clube da capital já está garantido na fase de grupos da Liga Europa.

Nascido na Califórnia, onde a família fixou residência mesmo antes da aposentadoria de Jürgen, Jonathan realizou sua formação futebolística nos Estados Unidos. Começou como atacante, mas em um treino na escola precisou ir para o gol e gostou da ideia. “Então, eu passei a jogar no quintal de casa com meu pai. Ele sempre disparando seus chutes. Começou neste momento. Eu penso que ele ficou feliz com a minha decisão, porque isso tirou um pouco de pressão sobre mim. Se eu fosse atacante, como ele, provavelmente seria mais difícil lidar com a pressão”, declarou, ao site da Bundesliga.

Jonathan chegou a acompanhar Jürgen quando o pai treinou o Bayern de Munique, atuando na base, mas logo voltou aos Estados Unidos. Nos últimos anos, defendeu o time da Universidade de Berkeley e ganhou espaço nas seleções americanas de base. O momento de maior destaque aconteceu no último Mundial Sub-20, quando o Klinsmann mais jovem foi titular e ajudou sua equipe a chegar às quartas de final da competição, eliminada pela Venezuela. Vitrine que serviu para atrair a atenção de diferentes clubes alemães. Ele recebeu uma oferta do Eintracht Braunschweig, mas preferiu aceitar o convite do Hertha Berlim, onde enfrentaria um período de testes. Então, nas últimas semanas, se esforçou para conquistar seu espaço.

Segundo o técnico Pal Dárdai, Jonathan Klinsmann impressionou a todos durante os 10 dias em que permaneceu sendo avaliado pelos berlinenses. Além de exibir sua capacidade sob as traves, chegou até a marcar um golaço, demonstrando que herdou também um pouco do talento do pai com a bola nos pés. Ganhou o contrato. “Klinsmann irradia tranquilidade e autoconfiança. Ele tem um ótimo pé direito e também apresenta um ótimo nível, tanto atleticamente quanto tecnicamente”, comentou Zsolt Petry, treinador de goleiros do Hertha.

O jovem não escondeu sua satisfação com o acerto. “É um grande clube, qualquer um gostaria de jogar aqui. Será uma oportunidade fantástica aprender com os outros goleiros e jogar no segundo time, para ganhar experiência rumo à Bundesliga. Foi uma oportunidade que agarrei com as duas mãos”, declarou Jonathan. Neste primeiro momento, ele aparece como a terceira opção para a posição, atrás de Rune Jarstein e Thomas Kraft.

E existe ainda uma ligação sentimental dos Klinsmann com o Hertha Berlim: o avô paterno de Jonathan, Siegfried, nasceu nas imediações da capital, crescendo como torcedor fanático dos alviazuis – embora tenha se mudado posteriormente à região de Stuttgart, onde nasceu Jürgen. “Foi um momento inacreditavelmente emocionante receber esta oferta, porque o clube possui história em nossa família. Estou animado com o clube, a idade e o desafio no futebol alemão”, completou.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo