Bundesliga

Götze voltou ao Dortmund após quase sete meses sem jogar. E não fez feio

Mario Götze voltou. E voltou bem. O autor do gol do título mundial da Alemanha não atuava desde 29 de janeiro, quando passou 24 minutos em campo contra o Mainz, depois de ter sido diagnosticado com um problema de saúde no seu metabolismo. Neste sábado, foi titular contra o Wolfsburg, fora de casa, e disputou 60 minutos, com boa participação e envolvimento em dois dos gols da vitória do Borussia Dortmund por 3 a 0.

LEIA MAIS: Sinta o tamanho da paixão e o clima nas arquibancadas: Um guia das torcidas da Bundesliga

A doença deixava Götze mais propenso a ganhar peso, causava fadiga e desordens musculares. Por isso, um longo tempo foi necessário para se recuperar. O ainda jovem atacante alemão – 25 anos – não disputou as primeiras partidas da temporada, contra o Rielasingen, na Copa da Alemanha, e o Bayern de Munique, na Supercopa.

Contra o Wolfsburg, jogou uma hora, o que é ainda mais importante para sua recuperação do que a participação nos gols de Bartra e Pulisic – foram dois passes simples, de um jogador envolvido na construção coletiva do setor ofensivo. Tentou duas finalizações, deu um drible, desarmou duas vezes e soltou 40 passes, 6% do total do Dortmund.

Quem brilhou mesmo, porém, foi Pulisic, com um belo gol, o segundo da vitória, e um passe para Aubameyang fechar o placar, no segundo tempo. O jovem americano de 18 anos já soma dois tentos em duas partidas nesta temporada.

.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo