Alemanha e Turquia proporcionaram uma chuva de gols em Colônia, com os turcos buscando os 3 a 3 nos acréscimos

Alemanha e Turquia ofereceram um festival de gols no Estádio RheinEnergie, em Colônia. Joachim Löw não contou com seus principais nomes na Mannschaft, mas testou vários jovens e a partida guardou seis tentos. Por três vezes os alemães estiveram em vantagem no placar, mas os turcos sempre buscaram o empate. No fim das contas, um gol dos visitantes aos 49 do segundo tempo determinou a igualdade por 3 a 3.

Emre Can e Julian Draxler eram os nomes mais tarimbados na Alemanha, em escalação que incluía o estreante Florian Neuhaus. Já a Turquia também trazia bons jovens destaques, como Enes Ünal, mas não era o time mais forte possível. Num primeiro tempo corrido e no qual os turcos até começaram melhores, o placar só foi aberto aos 46 minutos. Kai Havertz serviu e Draxler definiu com maestria, tocando por cima do goleiro Mert Günok. A resposta da Turquia viria logo na volta ao segundo tempo. E foi um golaço de Ozan Tufan: apertado, ele bateu por cobertura, acertando o ângulo de Bernd Leno.

A Alemanha voltou a ficar em vantagem aos 13 minutos, numa jogada muito bem construída. A equipe trocou passes em velocidade e Neuhaus tabelou com Havertz, para deixar sua marca na primeira aparição com o Nationalelf. A Mannschaft quase fez o terceiro, mas a Turquia voltou a igualar aos 22. O lance gerou reclamação, já que Efecan Karaca cometeu falta em Neuhaus, mas nada foi marcado e o ponta mandou para dentro. A Alemanha faria o terceiro aos 36, numa jogada de Robin Gosens pela esquerda, que Luca Waldschmidt finalizou. Mas os turcos não desistiriam e empataram nos acréscimos. Kenan Karaman já tinha acertado a trave, até que ficou sozinho para decretar o 3 a 3.

A Alemanha dá sequência à Data Fifa no sábado, quando visita a Ucrânia pela Liga das Nações. Também jogará diante da Suíça na terça. A Turquia, por sua vez, entra em campo no domingo contra a Rússia e encerra a semana internacional na quarta, diante da Sérvia.