Em um clássico quente, disputado na Johan Cruyff Arena, o Ajax derrotou o PSV Eindhoven e deixa a decisão do título holandês para as três rodadas finais. Os donos da casa jogaram com um a menos por mais de 30 minutos, mas a atuação decisiva do brasileiro David Neres desequilibrou a balança.

No primeiro tempo, o Ajax teve amplo domínio, mas só conseguiu abrir o placar com a ajuda providencial do adversário. Aos 21 minutos, a defesa do PSV cometeu uma série de trapalhadas, até que Daniel Schwaab completou cruzamento do Ajax contra a própria meta.

Já no segundo tempo, logo aos 10 minutos, Noussair Mazraoui acertou um chute no rosto de Angelino no meio de campo. Em um primeiro momento, apesar da gravidade do lance, o experiente árbitro Bjorn Kuipers aplicou apenas um amarelo. Porém, o árbitro de vídeo indicou que o lance merecia revisão e Kuipers voltou atrás expulsando o lateral. No lance da falta, Luuk De Jong empatou o jogo de cabeça.

Com um jogador a mais, o PSV passou a dominar as ações ofensivas, mas acabou sendo vítima de David Neres. Aos 25 minutos o atacante fez boa jogada pela esquerda e ao tentar driblar Schwaab dentro da área, acabou sendo derrubado próximo à linha de fundo. O árbitro mandou o lance seguir, mas mais uma vez o VAR apareceu para corrigir as coisas, e Kuipers assinalou o pênalti corretamente. Dusan Tadic converteu e colocou o Ajax de novo na frente.

O duelo ficou tenso e equilibrado até os minutos finais quando Neres voltou a aparecer para dar números finais ao jogo. O jogador recebeu na área de costas, tirou o zagueiro da jogada e finalizou com o pé esquerdo, dando a vitória para o Ajax que fica a apenas dois pontos de distância do PSV, com nove pontos em disputa pelo título da Eredivisie.