Copa Africana de Nações

Boletim da CAN 2022: Camarões confirma a liderança do Grupo A e Burkina Faso passa na segunda posição

Num dia de empates na Copa Africana, Camarões selou a liderança contra Cabo Verde, que ainda pode passar na terceira posição

O momento de definição da Copa Africana de Nações começou nesta segunda-feira, com a realização da terceira rodada da fase de grupos. No Grupo A, os favoritismos se cumpriram. Camarões terminou na liderança, embora tenha perdido os 100% de aproveitamento, com o empate por 1 a 1 diante de Cabo Verde. Já Burkina Faso ficou com a segunda posição, após também empatar por 1 a 1 com a Etiópia. Os burquinenses somaram os mesmos quatro pontos dos cabo-verdianos, mas levaram a melhor no confronto direto – principal critério de desempate na CAN. Assim, em terceiro, Cabo Verde esperará a conclusão das outras chaves para saber se passa aos mata-matas. Os etíopes voltam para casa, com apenas um ponto.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Camarões 1×1 Cabo Verde

A classificação assegurada por antecipação não levou Camarões a poupar forças contra Cabo Verde. Os Leões Indomáveis tiveram domínio claro durante o primeiro tempo e, depois de algumas boas intervenções do goleiro Vózinha, conseguiram o gol aos 39 minutos, numa bola parada. Nicolas Ngamaleu cobrou uma falta para o meio da área, a defesa cabo-verdiana não conseguiu afastar totalmente e Vincent Aboubakar guardou com um chute forte na sobra. O centroavante é o grande nome da CAN até o momento, com cinco gols anotados.

Cabo Verde cresceu no fim do primeiro tempo e conseguiu o empate no início da segunda etapa. Aos oito minutos, Kenny Rocha Santos dominou um lançamento na área e rolou para o meio. Garry Rodrigues, que tinha acabado de sair do banco, deu uma demonstração imensa de categoria para assinar um golaço de letra. O restante da segunda etapa voltou ao controle de Camarões. Entretanto, os Leões Indomáveis tiveram dificuldades para finalizar e pararam no empate. Aboubakar protagonizou a melhor chance, numa bola rebatida por Vózinha, mas mandou por cima do travessão. Nada que atrapalhasse a situação na ponta.

Burkina Faso 1×1 Etiópia

A Etiópia jogava pela sobrevivência na Copa Africana e, até por isso, tomou a iniciativa no jogo. Os Walia Ibex teriam mais posse de bola e dariam certo trabalho ao goleiro Sofiane Ouédraogo durante o primeiro tempo. No entanto, Burkina Faso aproveitou um ótimo contra-ataque para abrir a contagem aos 25 minutos. Adama Guira descolou um lançamento primoroso e Cyrille Bayala avançou em velocidade, para definir com um belo toque por cobertura na saída do goleiro Teklemarian Shanko.

A Etiópia conseguiu o empate aos sete minutos da segunda etapa. Num pênalti de difícil marcação, confirmado pelo VAR, Getaneh Kebede foi para a marca da cal e converteu com uma ótima batida no canto inferior. Burkina Faso teria mais posse de bola no meio da segunda etapa, mas parcas finalizações. Os etíopes ainda eram mais insistentes pela vitória, mas não tiveram sucesso quando buscaram o abafa final.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo