O Bayern de Munique continua com 100% de aproveitamento na Bundesliga, mas anda tendo trabalho. Depois de algumas vitórias sofridas nas primeiras rodadas, os bávaros precisaram suar mais do que em qualquer outro momento neste início de temporada para bater o Hamburgo por 1 a 0. O triunfo no Volksparkstadion só saiu aos 43 minutos do segundo tempo, e porque Franck Ribéry saiu ao resgate. O francês iniciou a tarde no banco de reservas, mas mais uma vez se colocou como protagonista de Carlo Ancelotti. Após um belíssimo passe de Thiago Alcântara, o camisa 7 fez toda a jogada para Kimmich completar para as redes.

Após primeiro tempo morno, no qual o Hamburgo conseguiu equilibrar as ações e o Bayern criou poucas oportunidades, o grande nome da partida parecia ser Rene Adler. O goleiro, revelado pelo Bayer Leverkusen, deixou para trás os anos de baixa que viveu desde a lesão na costela que o tirou da Copa do Mundo de 2010. Apesar da falta de competitividade do time, o camisa 1 faz temporadas enormes no Hamburgo, a ponto de ser eleito pela respeitada revista Kicker como o melhor da posição em 2015/16. Quando o Bayern aumentou a pressão na segunda etapa, o arqueiro resolveu fechar o gol. Foram sete defesas realizadas, ao menos quatro de alto grau de dificuldade.

O problema é que a imposição do Bayern aumentava. E a entrada de Ribéry, aos 16 minutos do segundo tempo, deu outra cara ao time. Os bávaros ficaram mais incisivos, explorando as jogadas pela linha de fundo. No oitavo chute certo, enfim, a bola encontrou as redes. Méritos da visão de jogo de Thiago Alcântara, com um belíssimo passe em profundidade, mas também de Ribéry, ao passar pela marcação e encontrar Kimmich livre. O alemão, aliás, dá sequência ao seu momento artilheiro: são cinco gols nas últimas seis partidas, por clube e seleção. Neste sábado, o meio-campista finalizou cinco vezes, mais do que qualquer outro atleta em campo, inclusive Lewandowski.

O resultado honroso contra a força hegemônica da Alemanha, porém, não serve muito ao Hamburgo: em cinco rodadas, a equipe só conquistou um ponto e aparece na antepenúltima posição na tabela, secando Werder Bremen e Schalke 04 para que a rodada não termine ainda pior. Já o Bayern, ainda que não impressione tanto, mantém-se como uma máquina de conquistar pontos. Méritos também para a defesa, que só sofreu um gol nestas cinco rodadas.